Margaret Thatcher dividiu opiniões pelas suas rígidas políticas internas e externas, que lhe valeram a alcunha “Dama de Ferro”. Mesmo depois da sua morte, em 2013, a britânica continua a dar que falar. A leiloeira Christie’s reuniu um espólio de mais de 400 artigos pessoais de Thatcher para serem vendidos, em duas sessões, antecipando-se receitas de um total de 500 mil libras (quase 690 mil euros). Mas, com o leilão a meio, já se ultrapassou largamente as primeiras expectativas. Ou seja, agora prevê-se que a venda deste património da Dama de Ferro chegue aos milhões de libras.

As 80 primeiras peças a serem vendidas, que incluem roupa, cartas e outras lembranças, já ultrapassaram as 1.6 milhões de libras (mais de dois milhões de euros). Na verdade, e como diz o Telegraph, foram apenas necessários dois artigos para se chegar aos antecipados meio milhão.

A saber: uma pequena mala vermelha utilizada por Thatcher para transportar documentos governamentais enquanto exercia o cargo de primeira-ministra foi vendida por 242.5 mil libras (mais de 300 mil euros). O vencedor, conta o mesmo jornal, venceu a licitação por telefone, a partir de um quarto em Londres, contra um interessado na Coreia do Sul. O valor inicial estimado para este porta-documentos era de 3 mil a 5 mil libras (de 4 mil euros a 7 mil euros).

Para além disto, também a famosa águia-de-cabeça-branca ou, simplesmente, águia careca, símbolo dos Estados Unidos, que foi oferecida pelo presidente norte-americano Ronald Reagan à primeira-ministra britânica foi vendida por 266.5 mil libras (quase 370 mil euros). Longe portanto das expectativas iniciais que se situavam apenas entre as 5 mil e as 8 mil libras.

As licitações para estes e outros objetos chegaram dos quatro cantos do mundo. Desde Singapura à Austrália passando pelas Bermudas.

Um desses exemplos foi uma nota pessoal de Reagan desejando um feliz aniversário a Sir Denis Thatcher, marido de Margaret, que foi licitada por 32.500 mil libras (cerca de 45 mil euros). Uma estátua de Winston Churchill e da sua mulher foi vendida por 43.750 mil libras (quase 60 mil euros) e um diamante em forma de pássaro por 50 mil libras (quase 69 mil euros).

Também quatro linhas datilografadas em papel, com uma citação assinada de São Francisco de Assis, e com a originalidade de conter uma gralha na palavra “desespero”, foram vendidas por 37.550 mil libras (mais de 50 mil euros), tornando-se, provavelmente, num dos erros de ortografia mais caros de sempre.

Estes são alguns exemplos das vendas mais mediáticas da primeira parte do leilão. A segunda parte do leilão online vai decorrer até ao final desta quarta-feira.