Aprenda a restaurar aparelhos tecnológicos

Formatar aparelhos tecnológicos não tem de ser uma dor de cabeça. Aprenda a repor as definições de fábrica em smartphones e tablets Android, iPhones e iPads, computadores Windows e Mac's.

i

Pablo Blazquez Dominguez/Getty Images

Pablo Blazquez Dominguez/Getty Images

Restaurar telemóveis, tablets e computadores não tem de ser uma dor de cabeça. Com as indicações certas, o processo está ao alcance de qualquer utilizador com conhecimentos básicos. Quer reciclar um aparelho tecnológico que tem em casa e, quem sabe, oferecê-lo este Natal? Então vamos a isso. Siga o guia.

Nota: Os passos que se seguem resultam no restauro completo do sistema. Isto significa que perderá todos os ficheiros e dados pessoais caso não faça cópias de segurança dos mesmos. Antes de cada processo ensinamos como o fazer, mas não nos responsabilizamos por perdas ou danos resultantes de uma má utilização deste guia.

Restaurar um iPhone

Existem diversas formas de restaurar um telemóvel da Apple. Aqui, explicaremos como o fazer usando o próprio iPhone:

1. Gerar uma cópia de segurança (backup)

Para gerar um backup dos seus ficheiros deverá ter um computador com a versão mais recente do iTunes. Abra o programa, ligue o iPhone ao computador através de um cabo USB e deverá surgir uma janela com várias informações sobre o dispositivo. Clique no botão “Back Up Now” e aguarde até que o processo seja concluído (mais tarde poderá restaurar os dados para um outro iPhone, por exemplo).

2. Desconectar-se da iCloud

Pode desconectar o telemóvel do computador. Agora, para evitar a perda de dados que estejam armazenados na nuvem, vá a Definições > iCloud. Deslize até ao fundo da janela e carregue no botão Apagar conta (em versões anteriores ao iOS 7, a opção deverá chamar-se Sign out, ou Desconectar). Confirme a seleção, carregando em Apagar do meu iPhone. Digite o seu código de segurança.

3. Aceder ao menu e restaurar o aparelho

Vá a Definições > Geral e deslize até ao fundo da janela. Selecione a opção Repor e, de seguida, escolha a opção Apagar conteúdo e definições. Se o iPhone estiver protegido com código, terá de o inserir. Depois só tem de escolher a opção Apagar iPhone e, ao fim de alguns minutos, o seu telemóvel deverá estar completamente reposto.

4. Confirmar a reposição

Por esta altura, o iPhone já estará desligado. Ligue-o. Se tudo tiver corrido bem, o aparelho apresentará uma tela a dizer Olá — ou Hello — e, caso deslize para a direita, surgirá o painel de configuração inicial. Foi o que aconteceu? Ótimo: o seu iPhone foi reposto com sucesso!

Sean Gallup/Getty Images

Restaurar um telemóvel Android

Existe uma grande variedade de dispositivos Android, muito graças ao facto de este ser um sistema operativo de código aberto. Por isso, além de haver também várias formas de repor um smartphone Android, o nome das opções pode divergir ligeiramente daqueles que aqui apresentamos. Siga os passos:

1. Gerar uma cópia de segurança (backup)

Ligue o telemóvel ao computador através de um cabo USB. Copie todos os ficheiros do dispositivo e guarde-os no seu computador. Faça o mesmo para os ficheiros que se estejam armazenados no cartão de memória. Certifique-se de que todos os dados pessoais foram copiados com sucesso e siga para o próximo passo.

2. Aceder ao menu e restaurar o aparelho

Desligue o aparelho do computador. Aceda a Definições > Cópia de segurança e reposição (esta opção pode aparecer representada por Cópia seg. e reset, ou outra denominação semelhante). Selecione a opção Repor definições (ou Repor definições de fábrica). Surgirá uma janela de confirmação, com a indicação das contas registadas na memória do aparelho. Em alguns casos, terá de selecionar a opção Eliminar dados do armazenamento interno para que a reposição seja feita na totalidade. Basta, depois, pressionar o botão Repor predefinições (ou Repor dispositivo) e, caso o seu dispositivo esteja protegido com uma senha, padrão ou PIN, terá de o inserir para dar início à reposição, que poderá demorar alguns minutos a iniciar. Seja paciente.

3. Confirmar a reposição

No final do processo é provável que o telemóvel reinicie. Para confirmar se tudo correu bem, desligue e ligue-o de novo. Deverá surgir uma tela de configuração para escolher o seu idioma. Ignore-a: significa que o processo correu como esperado.

De todos os sistemas operativos móveis, o Android é o que abrange uma maior variedade de dispositivos e marcas. BAY ISMOYO/AFP/Getty Images

Restaurar um iPad

O processo de restauro de um tablet da Apple é muito semelhante ao de restauro de um iPhone:

1. Gerar uma cópia de segurança (backup)

Neste passo, deverá ligar o seu iPad a um computador com a versão mais recente do iTunes instalada. Abra o programa, ligue o tablet ao computador através de um cabo USB e deverá surgir uma janela com várias informações sobre o dispositivo. Clique no botão “Back Up Now” e aguarde até que o processo seja concluído.

2. Desconectar-se da iCloud

Desconecte o iPad do computador. Para evitar perder dados ou ficheiros armazenados na nuvem, vá a Definições > iCloud. Deslize até ao fundo da janela e carregue no botão Apagar conta (em versões anteriores ao iOS 7, a opção deverá chamar-se Sign out, ou Desconectar). Confirme a seleção, carregando em Apagar do meu iPad. Digite o seu código de segurança.

3. Aceder ao menu e restaurar o aparelho

Vá a Definições > Geral e deslize novamente até ao fundo da janela. Selecione a opção Repor. Escolha a opção Apagar conteúdo e definições. Se o iPad estiver protegido com código, terá de o inserir. Escolha opção Apagar iPad e, ao fim de alguns minutos, o seu tablet deverá estar totalmente reposto.

4. Confirmar a reposição

Após a reposição, o iPad deverá desligar-se automaticamente. Volte a ligá-lo. O aparelho apresentará uma tela a dizer Olá — ou Hello — e, caso deslize para a direita, surgirá o painel de configuração inicial. Tudo certo? Então, o seu iPad foi reposto com sucesso.

A reposição do iPad faz-se de forma muito semelhante à do iPhone. Caso tenha dúvidas, consulte o processo do iPhone que explicamos mais acima neste artigo. JEAN-SEBASTIEN EVRARD/AFP/Getty Images

Restaurar um tablet Android

Aplica-se aqui o mesmo que já dissemos para os smartphones Android: a diversidade de aparelhos é grande e a designação dada por cada fabricante às opções pode mudar nos diferentes modelos. Mas, no geral, este é o processo:

1. Gerar uma cópia de segurança (backup)

Ligue o tablet ao computador através de um cabo USB. Copie todos os ficheiros do dispositivo e guarde-os no seu computador. Se tiver um cartão de memória no dispositivo faça o mesmo para os ficheiros que aí estejam guardados. Certifique-se de que todos os dados pessoais foram copiados com sucesso e siga para o próximo passo.

2. Aceder ao menu e restaurar o aparelho

Desconecte o aparelho do computador. Aceda a Definições > Cópia de segurança e reposição (esta opção pode aparecer representada por Cópia seg. e reset, ou outra denominação semelhante). Selecione a opção Repor definições (ou Repor definições de fábrica). Surgirá uma janela de confirmação, com a indicação das contas registadas na memória do aparelho. Em alguns casos, terá de selecionar a opção Eliminar dados do armazenamento interno para que a reposição seja feita na totalidade. Pressione, depois, o botão Repor predefinições (ou Repor dispositivo) e, caso o seu dispositivo esteja protegido com uma senha, padrão ou PIN, terá de o inserir para dar início à reposição, que poderá demorar alguns minutos a iniciar. Seja paciente.

3. Confirmar a reposição

No final do processo é provável que o aparelho reinicie. Desligue e ligue-o de novo. Deverá surgir uma tela de configuração para escolher o seu idioma. Se sim, significa que o processo correu como esperado.

HEIKKI SAUKKOMAA/AFP/Getty Images

Repor um PC

Nesta parte, ensinamos a repor computadores Windows 7, 8, 8.1 e 10:

1. Gerar uma cópia de segurança (backup)

Para evitar a perda de dados, deverá copiar tudo o que queira guardar para um disco rígido externo. Ligue-o ao computador e copie para essa unidade todos os ficheiros que pretenda armazenar. Caso não tenha um disco rígido por perto, poderá optar por guardar os seus ficheiros na nuvem. A Drive, da Google, oferece 15 GB de armazenamento, por exemplo. Mas existem outras soluções.

2. Iniciar a reposição

Escolha a alternativa que se aplica ao sistema que quer restaurar:

2.1. Em Windows 7

Aceda a Painel de Controlo > Sistema e Segurança > Cópia de Segurança e Restauro. Nesta janela, clique na ligação Recuperar as configurações do sistema e, depois, em Métodos avançados de recuperação. Por fim, clique em Retornar o meu computador às condições de fábrica. Basta, depois seguir as indicações que lhe serão apresentadas. Caso tenha dúvidas, recomendamos este vídeo (explicação e definições em inglês):

2.2. Em Windows 8 e 8.1

Arraste o cursor do rato até ao canto superior direito do ecrã e desloque-o para baixo. Deverá abrir-se um menu lateral onde terá de escolher a opção Definições. Selecione a opção Alterar as configurações do PC. Aceda a Atualizar e segurança > Recuperação. No separador Remover tudo e reinstalar o Windows, clique no botão Começar. Siga as instruções apresentadas pelo sistema e, caso tenha dúvidas, a Microsoft tem uma página a explicar tudo.

2.3. Em Windows 10

Abra as Definições do computador e escolha a opção Atualizar e segurança. Aceda à aba Recuperação e, no separador Repor este PC, clique no botão Começar. Abrir-se-á uma janela, onde deverá selecionar Restaurar as definições de fábrica. Para concluir o processo, siga as instruções apresentadas pelo sistema.

YOSHIKAZU TSUNO/AFP/Getty Images

Restaurar um Mac

Longe vão os tempos em que se considerava que os computadores Mac eram “imunes” a vírus, ou que o seu desempenho não se deteriorava ao longo do tempo. Os Mac OS X são falíveis, tal como qualquer outro sistema informático. Aqui, ensinamos como os restaurar:

1. Gerar uma cópia de segurança (backup)

A melhor forma de fazer um backup dos seus dados pessoais é ligando um disco rígido externo ao seu Mac. Copie todos os ficheiros que pretende guardar e armazene-os nesse disco, ou num outro computador. Caso não tenha um disco rígido por perto, poderá optar por guardar os seus ficheiros na nuvem. Uma vez mais, sugerimos a Drive da Google, onde poderá guardar até 15 GB de ficheiros. Contudo, voltamos a salientar que existem outras alternativas.

2. Desconectar-se do iTunes

Abra o iTunes no seu Mac. Na barra do topo, clique em Loja e em Desautorizar este computador…. Ser-lhe-ão pedidas as suas credenciais Apple ID. Insira-as.

3. Desconectar-se da iCloud

Clique no logótipo da Apple, no canto superior esquerdo do ecrã. Entre em Preferências do Sistema e entre na opção iCloud. Clique no botão Terminar sessão.

4. Reiniciar o Mac em modo de recuperação

Reinicie o computador e pressione simultaneamente as teclas Command + R. Continue a fazê-lo até surgir o logótipo da Apple no centro do ecrã.

5. Formatar o disco rígido

Espere até que o Mac inicie totalmente em modo de recuperação. Deverá surgir uma janela com o título OS X Utilities. Clique em Disk Utility e em Continue. No separador Internal, escolha o disco principal (poderá chamar-se Hard Drive, ou Macintosh HD) e clique em Unmount. Depois disto, clique em Erase. Ao fazer isto está a apagar todo o conteúdo do disco do seu computador. Por isso, certifique-se de que fez antes as cópias de segurança necessárias. Quando o processo estiver terminado, feche a janela e deverá regressar automaticamente ao painel OS X Utilities.

6. Reinstalar o sistema operativo

Para completar este passo deverá estar ligado à internet. Selecione a opção Reinstall OS X. O computador deverá descarregar e instalar uma cópia da mais recente versão do OS X (que, atualmente, é o OS X El Capitan). Se for oferecer o computador a outra pessoa, não digite os seus dados pessoais no final do processo. Deixe este passo para o novo proprietário.

laptop-1035345_1920

Parth Shah/Pixabay

Editado por Diogo Queiroz de Andrade.

Recomendamos

Populares

Últimas

A página está a demorar muito tempo.