A cantora norte-americana Madonna interpôs esta quarta-feira uma ação judicial para que o seu filho de 15 anos passe as férias de Natal em sua casa, em Nova Iorque, relata a revista Time. O supremo tribunal de Manhattan aceitou, e já ordenou que o menor, que vive em Londres com o seu ex-marido Guy Ritchie, regresse aos Estados Unidos – quer queira quer não.

A disputa legal parece indicar alguma tensão existente entre a estrela pop e o seu ex-marido, o realizador britânico Guy Ritchie, de quem Madonna se divorciou em 2008. O advogado do ex-marido, que detém a custódia do jovem, afirmou que o próprio jovem não queria regressar aos Estados Unidos nas férias de Natal:

“O Rocco expressou de forma muito clara que não quer regressar a Nova Iorque” afirmou Eric Buckley, que acrescentou ainda que Guy Ritchie “de facto” impedira a criança de viajar até à casa de Madonna, em declarações reproduzidas pelo jornal New York Daily News.

Guy Ritchie, realizador de filmes como “Snatch – Porcos e Diamantes” (2000), “Sherlock Holmes” (2009) e “Sherlock Holmes: Jogo de Sombras” (2011) foi o segundo marido de Madonna, que antes já havia estado casada com o ator e realizador Sean Penn.

A cantora tem quatro filhos: dois deles são também filhos de Guy Ritchie (para além de Rocco, de 15 anos, o casal teve ainda David Banda, que tem atualmente 10 anos). Uma das suas duas filhas, Lourdes Maria, de 19 anos, é fruto de uma relação entre a diva da pop e Carlos Leon, e a mais jovem, Mercy James, foi adotada por Madonna em 2009: tinha, então, três anos.

Este verão, surgiram rumores sobre um eventual namoro entre Madonna e o manequim português Kevin Sampaio – rumores que este disse não querer alimentar, numa entrevista que deu em setembro, à revista Caras.