333kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Poupe na sua eletricidade com o MEO Energia. Simule aqui.

Quão importante é o New Hampshire? Q.b. para os democratas, muito para os republicanos

Este artigo tem mais de 5 anos

No Partido Republicano, o vencedor em New Hampshire foi até às presidenciais na grande maioria das vezes. Bem colocado nas sondagens naquele estado, Trump tem razões para sorrir. Conheça os números.

O New Hampshire vai a votos na terça-feira. As urnas fecham às 19h00 (00h00 de Lisboa)
i

O New Hampshire vai a votos na terça-feira. As urnas fecham às 19h00 (00h00 de Lisboa)

Darren McCollester/Getty Images

O New Hampshire vai a votos na terça-feira. As urnas fecham às 19h00 (00h00 de Lisboa)

Darren McCollester/Getty Images

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O Estado de New Hampshire, no nordeste dos EUA, tem apenas 1,3 milhões de habitantes. Em comparação com o resto do país, é o quinto mais pequeno e é o nono menos populoso. Apesar de tudo isto, de quatro em quatro anos, aquele Estado que tem capital em Concord assume uma importância vital na escolha de quem vai concorrer nas eleições presidenciais dos EUA.

A seguir ao Iowa, o New Hampshire é o segundo Estado a votar nas primárias do Partido Republicano e do Partido Democrata. O atual modelo foi adotado em 1952, onde os eleitores são convocados em massa para escolher os seus candidatos preferidos consoante o partido que apoiem. E, desde essa altura que, de acordo com as estatísticas, o New Hampshire passou a ser um Estado que praticamente permite prever, especialmente no caso dos republicanos, quem chegará ao final da corrida como vencedor dentro de cada partido.

O Partido Democrata já teve 15 primárias desde 1952. Desta dezena e meia de vezes, o vencedor em New Hampshire acabou por conseguir chegar ao final da corrida como candidato nomeado num total de oito vezes — ou seja, 53,3% das vezes, segundo apurámos.

Hillary Clinton venceu as primárias do New Hampshire em 2008, derrotando Barack Obama — mas no final, foi ele quem ganhou a nomeação do Partido Democrata

De acordo com as sondagens, este ano as primárias dos democratas deverão contrariar esta (ténue) inclinação para o vencedor do New Hampshire ser o nomeado para as eleições presidenciais. Os estudos de opinião colocam Bernie Sanders à frente com 54,8% dos votos e Hillary Clinton com 40,7%. Ainda assim, no âmbito nacional, a antiga senadora pelo estado de Nova Iorque surge com 50,4% e Sanders com 36,6%.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Assim, este ano Sanders deverá contrariar as estatísticas — uma vez que as sondagens dizem que vence New Hampshire mas não a nomeação. Curiosamente, o caso mais recente em que isso aconteceu foi em 2008, quando Hillary Clinton (48%) venceu à tangente contra Barack Obama (47,3%), que mais à frente viria a ser o nomeado dos democratas — e também vencedor das presidenciais.

E quantos democratas vencedores em New Hampshire chegaram a Presidente? A resposta é 33,3%. O último a fazê-lo foi Barack Obama em 2012, numas primárias onde contou com uma oposição muito pouco expressiva e praticamente simbólica.

Republicanos: vencedor em New Hampshire vai (quase) sempre até ao fim

Também o Partido Republicano já foi a votos 15 vezes no New Hampshire. Deste total, o vencedor naquele Estado acabou por ser nomeado treze vezes — isto é, a taxa de sucesso é de 86,7%, de acordo com os nossos cálculos. As exceções foram em 1996 (Pat Buchanan venceu em New Hampshire, mas no fim o nomeado foi Bob Dole) e em 2000 (McCain ganhou em New Hampshire e George W. Bush saiu vitorioso mais à frente).

Richard Nixon foi, a par de George H. W. Bush, o republicano que mais vezes venceu em New Hampshire: três vezes (National Archive/Newsmakers)

Richard Nixon foi, a par de George H. W. Bush, o republicano que mais vezes venceu em New Hampshire: três vezes (National Archive/Newsmakers)

E se calcularmos as vezes em que o vencedor republicano de New Hampshire acabou a entrar na Casa Branca pouco tempo depois, o número fixa-se nos 53,3%. Ou seja, é mais provável o vencedor dos conservadores naquele estado ter sucesso nas eleições presidenciais do que o contrário.

Assim, do lado dos republicanos, Donald Trump parece ter razões para sorrir. De acordo com as sondagens para as primárias do New Hampshire a acontecerem na terça-feira, 9 de fevereiro, o magnata nova-iorquino terá 31% dos votos. A seguir, ainda com alguma distância, estão Marco Rubio (14,7%), John Kasich (14,1%) e Ted Cruz (11,9%).

A página está a demorar muito tempo.