The Revenant – O Renascido” é o grande vencedor dos prestigiados prémios de cinema da Academia Britânica do Cinema e da Televisão, arrecadando cinco prémios, entre eles os principais em competição: melhor filme, melhor ator e melhor realizador.

O filme do mexicano Alejandro González Iñarritu protagonizado por Leonardo DiCaprio parece estar bem encaminhado para um grande resultado nos Óscares (está nomeado para 12 estatuetas, marcados para 28 de fevereiro em Los Angeles, com cinco prémios na cerimónia deste domingo: venceu nas categorias de melhor filme, melhor realizador, melhor ator para Leonardo DiCaprio, e ainda melhor fotografia e melhor sonoplastia.

Di Caprio, que há muito persegue o seu primeiro Óscar, pois não conseguiu levar para a casa a pequena estatueta das outras três vezes que foi nomeado pelos seus papéis em The Aviator, The Departed e The Wolf of Wall Street, tem agora razões para reforçar as suas expectativas.

No seu discurso de agradecimentos, dedicou palavras especiais aos atores ingleses que mais o influenciaram, em especial Tom Courtenay, Gary Oldman, Peter O’Toole e Daniel Day Lewis.

Em segundo lugar com quatro prémios surge “Mad Max: Estrada da Fúria“, com quatro prémios, todos em categorias técnicas.

Brie Larson venceu o prémio de melhor atriz, pela sua interpretação em “Quarto“, e Kate Winslet o prémio de melhor atriz secundária no filme “Steve Jobs“, sobre o carismático fundador e presidente da Apple.

O novo episódio da saga Guerra das Estrelas, “Star Wars: O Despertar da Força” levou para casa dois prémios, entre eles o de melhor estrela em ascensão, que foi atribuído a John Boyega. Este prémio é atribuído por voto popular.