Passatempos

Quer ir ver a Ana Moura a Évora ou Faro? Participe!

O Observador associou-se à digressão nacional de "Moura", o novo disco de Ana Moura. Temos convites duplos para oferecer para os espectáculos de 1 e 2 de abril, em Évora e Faro.

Ana Moura no primeiro espetáculo da digressão nacional de "Moura", no Multiusos de Guimarães

MICHAEL M. MATIAS /Observador

A fadista Ana Moura continua a sua digressão nacional para promover o seu novo disco “Moura”. Os próximos concertos serão em Évora e Faro, pelas 21h30, no dia 1 e 2, respetivamente. O Observador vai lá estar para fazer a cobertura dos eventos e tem 10 convites duplos para oferecer, por concerto.

Locais dos concertos:

Évora – 1 de abril, pelas 21h30. Arena D’Évora.

Faro – 2 de abril, pelas 21h30. Teatro das Figuras – Grande Auditório.

Para participar neste passatempo, basta responder à seguinte pergunta: “O que era capaz de fazer para assistir ao concerto de Ana Moura?” Utilize a imaginação e, com um máximo de 300 carateres, mostre-nos que merece um bilhete duplo para ir ver este concerto.

A resposta deve ser enviada para o endereço leitor@observador.pt com o assunto “Ana Moura”. Inclua na mensagem o seu nome completo, número de BI/CC e o contacto telefónico. Deve também indicar a qual dos concertos pretende assistir (Évora ou Faro).

Para se habilitar ao prémio, é obrigatório fazer gosto à página do Observador no Facebook:

Nota. O passatempo já terminou. Os vencedores são:

Para Évora:
1 – Maria das Dores Nogueira Contreiras Gomes da Cunha
2 – Madalena Nabais
3- António Jorge Almeida da Cunha
4 -Paulo Jorge Almeida Bilro
5 – Amílcar Nogueira Inácio
6 – Albano Pereira de Assunção
7 – Carla Chambre

Para Faro:
1- Marta Dias Baptista de Leiria e Borges
2 – Sérgio Rodrigues
3 – Anabela Henrique Pereira
4 – Romeu Marques Lameiros
5 – Cátia Andreia Martins da Silva Chatinho
6 – Ana Valente
7 – Bruna Alexandra Repolho Campôa
8 – Humberto Paula Martins Ricardo

Obrigado por todas as participações. Continuem a participar nos nossos próximos passatempos. :)

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Crónica

Partir A. Ventura /premium

José Diogo Quintela
197

Ventura quer mudar o sistema por dentro. É uma espécie de supositório humano: faz-se introduzir no organismo para depois exercer a sua influência. Ei-lo metade glicerina, metade convicção ideológica.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)