O tenista português Frederico Silva recebeu esta quinta-feira o segundo ‘wild card’ do Estoril Open, que se realiza no Clube de Ténis do Estoril, entre 23 de abril e 01 de maio.

“É nossa intenção declarada apoiar sempre os tenistas nacionais e a opção pelo Frederico Silva tornou-se natural, até porque ele alcançou na passada semana a sua melhor classificação de sempre no ‘ranking’ do ATP World Tour. O Frederico é o terceiro melhor português, membro da Taça Davis e o futuro do ténis português”, declarou o diretor do torneio, João Zilhão, citado em comunicado.

Frederico Silva, atualmente na 257.ª posição da hierarquia mundial, afirmou o seu “orgulho enorme” pelo convite.

“É um orgulho enorme receber o convite da organização do Millennium Estoril Open para participar no quadro principal de singulares. O convite do ano passado permitiu-me jogar pela primeira vez o quadro principal de um torneio ATP e é com acrescida responsabilidade que jogarei este ano novamente (…) estou ansioso por jogar e fazer um bom resultado. O público vai poder assistir a grandes encontros de ténis, para os quais quero contribuir com a minha parte”, comentou, citado no comunicado.

Em 2015, Frederico Silva forçou Gilles Muller a uma terceira partida no seu primeiro encontro de sempre em quadros principais de torneios do ATP World Tour.

O primeiro ‘wild-card’ do Estoril Open foi atribuído no final de março ao tenista português Gastão Elias.

“O Gastão é o segundo melhor português, destacadamente. Ele tem mais do que nível para estar no top 100 mundial. É só uma questão de continuar com esta forma e resultados. Achámos que mais do que merecia receber este ‘wild-card'”, afiançou então o diretor do torneio, João Zilhão, na apresentação da edição deste ano.

O Estoril Open tem já prevista a participação de João Sousa, número um nacional e atual 34.º do ‘ranking’ mundial.