O presidente francês, François Hollande, chegou, este sábado, ao Líbano, a primeira etapa de uma visita de quatro dias ao Médio Oriente. Hollande foi recebido no Aeroporto Internacional de Beirute pelo vice-presidente do governo libanês e ministro da Defesa, Samir Mokbel.

Esta “visita de trabalho” de dois dias ao Líbano deve ser especialmente dedicado à crise dos refugiados resultante da guerra na Síria, um conflito que já custou mais de 270.000 vidas desde 2011, e deu origem a milhões de refugiados.

Enquanto vizinho da Síria, o Líbano acolhe 1,1 milhões de sírios, que equivale a cerca de um quarto da sua população.

Hollande vai visitar um campo de acolhimento de refugiados, onde se reunirá com famílias sírias que têm esperança de obter asilo em França.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O presidente francês vai também reunir-se com o primeiro-ministro libanês, Tammam Salam, e com o presidente do Parlamento, Nabih Berri.

A viagem ao Médio Oriente prevê também passagem pelo Egipto e pelo Jordânia.