O senador Ted Cruz impôs-se, este sábado, ao magnata Donald Trump nas primárias republicanas de Wyoming, uma segunda fase de votação naquele estado do oeste dos EUA, após o caucus (assembleias populares) realizado em março, que também venceu.

Cruz conquistou 14 delegados, todos os que estavam em jogo em Wyoming, estado que, no dia 12 de março, já distribuiu outros 12 representantes responsáveis por escolher, durante a convenção nacional do Partido Republicano, em julho, o candidato republicano para as eleições presidenciais de novembro.

Com esta vitória, o senador pelo Texas terá pelo menos 23 dos 29 delegados de Wyoming, enquanto Trump um e o senador Marco Rubio — que já se retirou da corrida republicana — outro, a somar a outros quatro que vão participar na convenção nacional sem estarem comprometidos com nenhum aspirante à nomeação.

“É assim que se ganham eleições nos Estados Unidos. Este é outro passo no nosso esforço para conquistar uma maioria de republicanos e ser o candidato” do partido em novembro, afirmou Cruz, num comunicado, após terem sido divulgados os resultados.

Atualmente, Trump soma 744 delegados, à frente de Cruz, com 559. O próximo grande encontro de ambos os partidos nas urnas está marcado para a próxima terça-feira, 19 de abril, em Nova Iorque, onde Donald Trump, pelos republicanos, e Hillary Clinton, do lado dos democratas, partem como favoritos.