Costuma-se dizer agora que as crianças do mundo desenvolvido já não dão o devido valor aos brinquedos, esmagados pela sua quantidade, variedade e sofisticação. Não nos cabe dizer se há 20 ou 30 anos era melhor ou pior, mas uma coisa é certa: os brinquedos, em média, eram muito mais caros, o que exigia uma escolha mais cuidada. Ficavam, na maioria dos casos, guardados para os anos, o Natal e, com sorte, o Dia da Criança, que se celebrou esta semana.

Com a notícia fresca do regresso da Majora, e para trazer de volta as melhores memórias dos seus verdes anos, espreite a nossa fotogaleria e conte quantos dos 20 brinquedos que lá apresentamos passaram pelas suas mãos. Se quiser, pode sugerir na caixa de comentários os brinquedos que lá faltam e que também foram emblemáticos nas décadas de 70, 80 e 90.