Esta segunda-feira comemoram-se os 72 anos do Dia D. A 6 de junho de 1944, durante a Segunda Guerra Mundial, as tropas aliadas desembarcaram na Normandia para levar a cabo a Operação Overlord, o nome de código.

Esta operação militar foi a maior invasão marítima da história e teve por objetivo libertar a Europa, começando pela França, ocupada pelos alemães do regime nazi. A operação de desembarque de tropas nas praias da Normandia ficou conhecida como Dia D e marcou o início de uma longa e dispendiosa campanha para libertar o noroeste da Europa da ocupação alemã e foi decisiva para a vitória dos aliados na Frente Ocidental.

O Dia D foi uma das operações militares mais complexas já realizadas e envolveu 160 mil soldados que atravessaram o Canal da Mancha, partindo de Inglaterra, acompanhados por centenas de navios de guerra e aviões.

Apesar da complexidade da operação militar, esta foi planeada numa única folha de papel A4, revela o jornal The Telegraph. O plano foi elaborado pelo general Bernard Montgomery a lápis e foi agora tornado público. No canto superior direito lê-se que o documento é “Muito Secreto”, divide as forças armadas em secções separadas e lista os veículos blindados especiais a serem utilizados pelas primeiras unidades em terra.

O mais importante a ter em conta para o general reflete o próprio plano e está descrito no canto inferior esquerdo da folha: “A nota chave de tudo deve ser a simplicidade”.

https://twitter.com/Jim_Edwards/status/739738474102685698

Os documentos militares relativos a este período histórico estão a ser divulgados pelo Imperial War Museum, por ocasião do 72º aniversário do Dia D. Os historiadores acreditam que o plano manuscrito do General Montgomery, que se resumia a um único pedaço de papel, foi elaborado um mês ou dois antes dos desembarques do Dia D.