Mawlynnong é uma aldeia indiana com cerca de 600 habitantes e foi considerada em 2003 a aldeia mais limpa da Ásia pela revista Discover India. Em 2005 o título foi-lhe revalidado, desta vez a nível nacional e, em 2015, Shri Narendra Modi, o primeiro-ministro indiano, considerou-a como um exemplo a seguir em toda a Índia.

Depois de se entrar na aldeia parece que Mawlynnong não faz parte do subcontinente indiano, em cujas cidades e aldeias é comum encontrar garrafas vazias, embrulhos de comida e fezes de vaca espalhados pelas ruas, como afirma a BBC.

Mas como é possível conseguir atingir o título de “Aldeia mais limpa da índia”? Para começar, todas as manhãs as crianças varrem as ruas – desde folhas mortas a pedaços de lixo – antes de irem para a escola. Depois de a tarefa ser cumprida, os mais jovens são incumbidos de esvaziar os caixotes e separar o lixo orgânico do lixo que pode ser queimado.

Todos os resíduos biodegradáveis são enterrados para, posteriormente, serem utilizados como adubo, enquanto o outro tipo de lixo é enviado para fora da aldeia para ser queimado.

A aldeia tem também um batalhão de jardineiros que dispõem as plantas e flores ao longo dos caminhos que servem Mawlynnong para tornar os passeios mais agradáveis.

O trabalho de limpeza das ruas não se resume às crianças. Os adultos também têm as suas tarefas durante o dia e, ao domingo, crianças e adultos recebem uma tarefa extra de “trabalho social” para beneficiar a aldeia.

O desejo de limpeza, explicou uma local à BBC, provavelmente surgiu depois de um surto de cólera que assolou Mawlynnong no final do século XIX. Para controlar o avanço da doença, foi promovida a limpeza das ruas, por alguns missionários cristãos. Com o passar do tempo, esta prática passou a tradição que é passada de “mães para filhos e, depois, deles para os seus filhos”, explicou Sara Kharrymbam, uma habitante da “aldeia mais limpa da Índia”.

Relativamente ao plástico, material que não pode ser queimado por ser tóxico, os habitantes reutilizam-no. Por exemplo, a filha de Kharrymba ganhou um baloiço feito de um saco de plástico.

Para além de ser “um orgulho” para os habitantes que cada casa da aldeia tenha pelo menos uma casa de banho, a BBC relata como alguns dos habitantes referem o seu orgulho em viver na pequena e limpa aldeia de Mawlynnong.

Em 2014, o primeiro-ministro indiano lançou a “Missão Limpar a Índia”, uma iniciativa que pretende tornar as cidades indianas mais apresentáveis para o 150º aniversário de Mahatma Gandhi, em 2019.

Veja algumas das fotografias da “aldeia mais limpa da Ásia” na fotogaleria acima.