Somente quatro seleções não perderam um único jogo no apuramento: Roménia, Inglaterra, Itália e Áustria. Cinco vitórias, cinco empates. Cinco é o número chave para desmontar esta seleção: será a quinta participação em Campeonatos da Europa. A seleção que veste de amarelo teve a melhor participação em 2000, quando curiosamente calhou no grupo de Portugal. E foram precisamente estas duas seleções que deixaram meio mundo de queixo caído, ao eliminar Alemanha e Inglaterra. Aquilo era mais fácil com Hagi, Moldovan, Ilie e Mutu. Desta vez a ambição será mais tímida. Uma das figuras poderá ser Tătărusanu, o guarda-redes da Fiorentina.

separador_o_onze

Tatarusanu, Sapunaru, Chiriches, Grigore, Rat, Hoban, Pintilii, Popa, Stancu, Stanciu, Andone

separador_treinador

Anghel Iordănescu

craque (1)

Ciprian Tatarusanu

https://www.youtube.com/watch?v=KKVYH1IUdhw

Convocados

Guarda-redes: Ciprian Tatarusanu (Fiorentina), Costel Pantilimon (Watford) e Silviu Lung (Astra)

Defesas: Cristian Sapunaru (Pandurii), Alexandru Matel (Dinamo Zagreb), Vlad Chiriches (Nápoles), Valerica Gaman (Astra), Dragos Grigore (Al-Saylyia), Cosmin Moti (Ludogorets), Razvan Rat (Rayo Vallecano) e Steliano Filip (Dinamo Bucareste)

Médios: Mihai Pintilii (Steaua Bucareste), Ovidiu Hoban (H. Beer Sheva), Andrei Prepelita (Ludogorets), Adrian Popa (Steaua Bucareste), Gabriel Torje (Osmanlispor), Alexandru Chipciu (Steaua Bucareste), Nicolae Stanciu (Steaua Bucareste) e Lucian Sanmartean (Al-Ittihad)

Avançados: Claudiu Keseru (Ludogorets), Bogdan Stancu (Gençlerbirligi), Florin Andone (Córdoba) e Denis Alibec (Astra)