Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Enviada especial do Observador em Budapeste, Hungria

Diogo Dalot já chegou a Budapeste. O lateral direito, convocado por Fernando Santos para render João Cancelo, aterrou na Hungria ao final da noite deste domingo e já está no hotel da Ilha Margarida que serve de quartel-general à Seleção Nacional. À chegada ao hotel, o jovem jogador revelou o momento em que recebeu a notícia.

“Foi um episódio caricato. Estava de férias. Recebi uma chamada de Portugal quando estava a entrar num restaurante. Foi um momento especial. Há muito que ambicionava poder estar na Seleção A e é um motivo enorme de orgulho. Fiquei bastante feliz”, começou por dizer Dalot, em declarações ao órgãos da Federação Portuguesa de Futebol. “Infelizmente, as circunstâncias não são as melhores para João [Cancelo]. Tive a oportunidade de falar com ele e ter o apoio dele num momento destes é fantástico. Desejo-lhe as melhoras e sem dúvida de que estaremos aqui a jogar e a torcer por ele”, acrescentou, referindo ainda que sabe que o grupo da Seleção é “bastante bom e bastante unido” e que está de “corpo e alma” no Europeu apesar de ter tido uma época muito exigente.

Itália-Portugal-Eslovénia-Portugal-Dubai-Budapeste: as últimas três semanas de Dalot, o faz tudo nas laterais

Diogo Dalot, que até ao passado domingo esteve ao serviço da Seleção Sub-21 no Europeu do escalão e estava a iniciar um período de férias, foi convocado para substituir João Cancelo, que está infetado com Covid-19. O lateral do Manchester City começou por dar positivo num teste antigénio realizado este sábado e um teste PCR feito depois acabou por confirmar a má notícia. Todos os restantes elementos da comitiva portuguesa testaram entretanto negativo.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Esta é a primeira vez que Diogo Dalot é convocado para a Seleção Nacional, o que significa que pode fazer a primeira internacionalização logo num Campeonato da Europa. Na última temporada, o lateral de 22 anos formado no FC Porto esteve ao serviço do AC Milan, a título de empréstimo do Manchester United, e participou em 33 jogos dos rossoneri, tendo marcado dois golos. De acordo com a imprensa internacional e na sequência dessa época positiva, o clube italiano estará a tentar ficar com Dalot de forma definitiva.