Depois da sua passagem pel’Os Golpes e de três discos a solo, Manuel Fúria estreia-se com Os Náufragos. O novo álbum ainda não tem título, mas Fúria já explicou o projeto: “A ideia de alinhamento numa certa ortodoxia da canção pope-roque, de pertença a uma linhagem e tradição de escrever canções que querem dizer coisas, de uma abordagem à canção popular que se deixa apropriar de modelos intemporais como os músicos do jazz ou do fado o fazem com os standards ou o fado tradicional”.

Ainda não há disco, mas já há single – “20.000 Naves” que dá também mote à digressão “20.000” datas, que passa pelo Musicbox, em Lisboa, esta quarta-feira. Na Festa do Bruno atuam também Casabranca, Luís Severo e Tiago Guillul, esta sexta-feira às 21h30.

Temos cinco convites duplos aos primeiros cinco leitores que nos enviarem um email para leitor@observador.pt, com o assunto “Manuel Fúria”. Nessa mensagem acrescente o seu nome e número de identificação (BI/CC). Os vencedores serão contactados pelo email de participação amanhã (sexta-feira) até ao meio-dia.