A imagem de Donald Trump a abrir uma garrafa de champanhe junto a uma limusina podia ser inócua à sua campanha às presidenciais nos EUA, não fosse nessa imagem ele estar rodeado de coelhinhas da Playboy. A participação no filme soft porn aconteceu em 2000 mas só agora, depois de o candidato republicano ter criticado uma apoiante da adversária Hillary Clinton por uma alegada “sex tape”, parece ter vindo a público.

A cerca de um mês das eleições é mais uma polémica em torno do milionário. A participação no filme pornográfico cingiu-se a uma aparição perto de uma limusina, que circula pelas ruas de Nova Iorque, em que Trump está rodeado de coelhinhas da Playboy enquanto abre uma garrafa de champanhe e o derrama sobre o símbolo da Playboy.

https://www.youtube.com/watch?v=L_8f6cPrUio

As imagens do filme são este sábado notícia Buzzfeed News, que relata algumas cenas do filme em que aparecem mulheres nuas, em posições sexuais “a dançarem, a tocarem-se umas às outras de forma sensual, a esfregarem mel nos seus corpos ou a tomar banho”.

O filme “Playmate 2000 Bernaola Twins”, segundo o IMDB, foi realizado por Scott Allen e no elenco referido neste site confirma-se a aparição de Donald Trump, agora candidato a presidência dos Estados Unidos.