Por esta altura o livro “Um Presidente Não Devia Dizer Isso…” está nas bocas do mundo, não só porque nele constam declarações polémicas de François Hollande sobre o Islão, a imigração e o rival Sarkozy, mas também por causa dos segredos desvendados sobre a vida privada do presidente francês.

A obra assinada pelos jornalistas de investigação Gerard Davet e Fabrice Lhomme, que já se converteu no título mais vendido na loja francesa da Amazon, resulta de uma série de entrevistas formais ao longo de três anos a Hollande. E entre tantas considerações está aquela sobre a sua relação com Julie Gayet, de 44 anos: apesar de estarem oficialmente juntos desde 2014, o presidente não tem intenções de fazer dela a primeira-dama de França.

A man reads French magazine Closer, on January 10, 2014 in Paris. Closer said today President Francois Hollande was having an affair with actress Julie Gayet, backing its claim with photographs after months of swirling rumours. AFP PHOTO THOMAS COEX (Photo credit should read THOMAS COEX/AFP/Getty Images)

O romance com Gayet foi inicialmente noticiado no início de 2014 pela revista Closer. /THOMAS COEX/AFP/Getty Images

“É um tema quente e ela continua a perguntar, mas eu não quero e esta situação fá-la sofrer”, confessou Hollande, falando pela primeira na relação com a atriz que esteve há dois anos na origem de um escândalo mediático, quando a revista Closer noticiou em janeiro de 2014 a infidelidade de Hollande com Gayet — à data, o presidente eleito em maio de 2012 estava comprometido com a jornalista Valérie Trierweiler, que desempenhava funções de primeira-dama no Eliseu.

Valerie Trierweiler, the ex-partner of French President Francois Hollande, arrives at a hospital to visit a Nutrition Rehabilitation and Research Centre in the Dharavi area of Mumbai on January 27, 2014. Trierweiler is in India on a charity visit, making her first public appearance since revelations of the leader's affair with an actress. Trierweiler arrived in the financial city of Mumbai just after midnight for the long-planned two-day mission to promote a French humanitarian group, despite no longer being France's first lady. Trierweiler did not speak to reporters after landing at Mumbai international airport and was surrounded by photographers before getting into a waiting car. Hollande announced to AFP that he was splitting from his partner of eight years following intense media scrutiny over his relationship with French actress Julie Gayet, 41. AFP PHOTO/ PUNIT PARANJPE (Photo credit should read PUNIT PARANJPE/AFP/Getty Images)

A jornalista Valérie Trierweiler foi a primeira-dama francesa até ao início de 2014. Depois foi revelado o caso do Presidente com Gayet. /PUNIT PARANJPE/AFP/Getty Images

Foi precisamente Trierweiler quem publicou um livro onde relatou a sua vida ao lado do presidente, revelando detalhes escabrosos desse relacionamento, tal como recorda o jornal El Español. De referir que, antes dela, Hollande teve uma relação de vários anos com a política Ségolène Royal — com quem teve quatro filhos –, que no livro é descrita como a mulher da sua vida. “É a mulher de quem me sinto mais próximo. Está lá quando eu preciso.” Nem de propósito, o El Epañol faz referência a alegados ciúmes de Royal por parte da jornalista e ex-primeira dama.

PARIS, FRANCE - APRIL 02: Newly appointed French Minister of the Ecology, Sustainable development and Energy, Segolene Royal attends the take over ceremony on April 2, 2014 in Paris, France. (Photo by Pascal Le Segretain/Getty Images)

Hollande tem quatro filhos em conjunto com Ségolène Royal. Pascal Le Segretain/Getty Images

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Ainda segundo o livro, ao presidente francês custa não ter uma vida familiar, admitindo que não pode ter uma vida privada no Eliseu porque “não há tempo para ser feliz.”