A companhia aérea alemã Lufthansa cancelou 876 dos 3.000 voos programados para esta quarta-feira devido a uma greve dos pilotos que deverá afetar 100.000 passageiros. Esta greve dos pilotos ameaça estender-se a quinta-feira.

A Lufthansa informou, na terça-feira, que vai operar 2.124 voos dos 3.000 que estavam programados e precisou que serão afetadas rotas de curto e longo curso.

O protesto dos pilotos da Lufthansa não afetará as filiais Eurowings, Swiss, Austrian Airlines, Air Dolomiti e Brussels Airlines.

Dos 876 voos afetados, 51 são ligações internacionais, calculando-se que sejam prejudicados cerca de 100.000 passageiros.

A Lufthansa disse na segunda-feira que a greve, convocada pelo sindicato Vereinigung Cockpit, é o caminho errado para a negociação do acordo coletivo e afirmou não compreender a recusa do sindicato em solucionar o diferendo através de um mediador neutro.

Na noite de terça-feira, o sindicato de pilotos apelou para que a greve seja prolongada ao dia de quinta-feira.

“A Lufthansa regista com total incompreensão o anúncio do sindicato de pilotos Cockpit do prolongamento da greve a quinta-feira antes mesmo de ter começado a de quarta-feira”, disse a companhia aérea.

De e para Portugal estava previsto o cancelamento de sete dos 12 voos programados — dois voos entre Lisboa e Frankfurt e dois voos entre Lisboa e Munique, além do voo de Munique e os dois voos para Frankfurt, do Porto –, segundo disse à Lusa fonte oficial da companhia aérea alemã na terça-feira.

Esta será a 14.ª greve dos pilotos da Lufthansa desde abril de 2014.

Já na terça-feira, o pessoal de cabine da Eurowings, uma companhia de baixo custo do grupo, fez uma greve de 15 horas (das 5h às 20h locais, menos uma hora em Lisboa) nos aeroportos de Hamburgo e Düsseldorf.

A paralisação obrigou ao cancelamento de pelo menos 66 voos, sobretudo ligações aéreas nacionais, mas também algumas ligações a Praga e Viena.

A greve do pessoal de cabine da Eurowings foi convocada pelo sindicato do setor dos serviços Verdi, que pede um aumento salarial para 460 funcionários e suplementos segundo a função.