Entre as cinco maiores economias da zona euro, o indicador aumentou em França (1,5 pontos), Espanha (0,8) e na Holanda (0,2), tendo recuado na Alemanha (-0,7) e em Itália (-0,8 pontos), de acordo com os dados da Direção-geral dos Assuntos Económicos e Monetários da Comissão Europeia.

A maior economia fora da zona euro, a do Reino Unido, viu o sentimento económico crescer 1,5 pontos, de volta ao nível em que estava antes do ‘Brexit’, o referendo que ditou a saída do país da UE.

Este efeito positivo foi, no entanto, atenuado pelo recuo do indicador na Polónia: -1,6 pontos.