Terá sido uma criança de apenas 10 anos que ajudou no resgate do primeiro sobrevivente do desastre de avião que, na madrugada de terça-feira, vitimou 71 pessoas, na Colômbia. Dos 6 sobreviventes, Alan Ruschel, jogador do Chapecoense, foi o primeiro a ser encontrado com vida nas redondezas dos destroços do acidente. E foi um rapaz que o descobriu.

A notícia é avançada pelo ABC que afirma, segundo testemunhas da EFE, que a criança se terá dirigido aos carros que estavam estacionados no local, para informar que um dos feridos tinha sido cuspido para outro lado e que estava vivo. O menino tem sido muito elogiado pela sua prestação, que poderá ter salvo a vida do jogador brasileiro. A identidade da criança permanece privada.

Sergio Marulanda é o homem que conta a história toda. Residente local, foi um dos primeiros a chegar à zona do acidente, a pedido do seu irmão, que é médico na região. O homem terá levado a sua carrinha 4X4 para ajudar na missão de resgate que começou cerca de duas horas depois da queda do avião. Mas, antes dele, já o menino de 10 anos lá estava.

Segundo conta à TeleMedellin, a criança dirigiu-se a Marulanda e a outros residentes que estavam no local para informar que tinha visto um ferido, ajudando assim a dirigir a equipa de resgate até a Alan Ruschel. Tanto a criança como o homem estão a ser considerados heróis pela sua ajuda no resgate dos sobreviventes.

Por entre os destroços e os corpos espalhados, Marulanda recolheu na sua carrinha o jogador brasileiro Ruschel, de acordo com as indicações da criança, que o tinha visto, enquanto a equipa de resgate lutava para o estabilizar. O jogador, que estava consciente, ainda conseguiu trocar algumas palavras com os socorristas antes de ser levado para a clínica. O jogador terá perguntado pela sua família e amigos e disse ainda que lhe doía muito o quadril, que estava fraturado.