Rádio Observador

Liga dos Campeões

Liga dos Campeões. A hora da verdade

É hoje! É hoje! Começa a última jornada da Liga dos Campeões e há muitas decisões em aberto. Veja as previsões do Observador antes de se sentar à frente da televisão.

O Benfica recebe o Nápoles, as probabilidades apontam para uma vitória dos encarnados. Será?

FRANCISCO LEONG/AFP/Getty Images

Autores
  • Ricardo Santos
  • Paulo Rosário

E agora é que é. Chegámos à última jornada. Hoje e amanhã ficamos a saber quem fica pelo caminho, quem vai para a Liga Europa e quem continua na Liga dos Campeões.

Mesmo depois da última jornada não ter corrido muito bem às equipas portuguesas, não só ainda é possível ver equipas nacionais nos oitavos de final, como até é bastante provável (pelo menos para o Benfica e o Porto)! Já o Sporting está completamente afastado da próxima fase.

Feitas as contas, a probabilidade do Benfica ou Porto serem eliminados da Champions é até menor do que a do Sporting ficar arredado das competições europeias até á próxima época e de Jorge Jesus poder tentar disputar a sua terceira final da Liga Europa. O Benfica tem cerca de 50% de hipóteses de terminar em primeiro lugar do grupo e perto de 30% de ficar em segundo. Já o Porto, apesar de estar matematicamente excluído do primeiro lugar, tem 83% de probabilidade de se qualificar em segundo lugar.

Assumindo que estamos certos e as elevadas probabilidades de passagem do Benfica e do Porto se materializam, o que esperar então das próximas fases? O Benfica tem apenas 7% de hipóteses de chegar à final, e o Porto ainda menos: 3%. E mesmo passar aos quartos de final começa a ser mais complicado, já que ambos têm menos de 40% de hipóteses ( o Benfica tem 38% e o Porto 30%). No entanto, estas probabilidades vão começar a ser mais voláteis assim que terminar a fase de grupos – partindo, claro, do princípio que o Benfica e o Porto passam!

Quanto aos grandes favoritos, vemos que por um lado, o Real Madrid começa a destacar-se e já tem 20% de hipóteses. Por outro lado, o Bayern já apenas tem 10% de probabilidade de vencer.

Mas, como temos vindo a dizer, estes números vão começar a mexer a sério na fase de eliminatórias.

Previsões da jornada

Começando pelas equipas portuguesas, vemos que o nosso modelo não dá grandes diferenças entre elas para esta jornada. O Porto é à partida quem tem a tarefa mais complicada, com apenas 44% de probabilidade de vitória frente ao Leicester. Casillas e Slimani são de facto velhos conhecidos. No entanto, o Leicester tem apenas cerca de 30% de hipóteses de vencer, pelo que o fator casa aqui pode ajudar.

Já Benfica e Sporting têm praticamente a mesma probabilidade de vitória (53% e 52%, respetivamente) e de derrota (21% e 22%). No caso do Benfica, a probabilidade de passar aos oitavos de final continua elevada, apesar da incerteza do resultado da receção desta noite ao Nápoles, e devido à probabilidade de vitória que o nosso modelo atribui ao Dinamo de Kiev: 50%. Já no caso do Sporting, como vimos acima, está a jogar para garantir a qualificação para a Liga Europa, pelo que certamente, quer Jorge Jesus, quer Bruno de Carvalho, não deixarão de motivar os seus jogadores em Varsóvia.

Quanto aos restantes jogos, há uma mistura de partidas altamente desequilibradas e com probabilidades de 80% ou mais para um dos lados: (PSG, Real Madrid, Manchester City e Juventus..) com partidas bastante equilibradas. O grande destaque vai, claro, para o Bayern-Atletico. Será que Simeone e os seus muchachos conseguem contrariar o favoritismo da equipa de Renato Sanches ( e companhia) e vencer em Munique?

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros de órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)