A Autoridade da Mobilidade e dos Transportes (AMT) está a realizar, esta segunda-feira, uma ação inspetiva ao Metro de Lisboa, que decorrerá ao longo de três dias, e avaliará todas as estações, anunciou o presidente João Carvalho.

Esta ação de inspeção ao Metro de Lisboa iniciou-se às 7h30 e, ao longo de três dias interpolados, os oito inspetores da AMT vão aferir a pontualidade, frequência, grau de conforto e acesso a serviços e infraestruturas do metropolitano.

Esta iniciativa surge depois de meses de queixas sobre a degradação da qualidade de serviço no Metro de Lisboa, ao nível da circulação normal, mas também da venda de bilhetes nas máquinas automáticas. O fornecimento de bilhetes entrou em rutura depois do fornecedor ter falhado as entradas contratadas, obrigando o Metro a avançar com um plano de contingência.

Em conferência de imprensa, João Carvalho adiantou que esta ação inspetiva, a primeira realizada pela AMT, tem em primeiro lugar uma intenção “prudencial e pedagógica”, admitindo que poderá originar contraordenações se as recomendações não forem aceites pela empresa.