O secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos, defendeu esta segunda-feira que os autarcas têm um papel cada vez mais crucial para manter as pessoas nas suas terras, evitando que partam em busca de melhores condições.

O papel dos autarcas é cada vez mais crucial na capacidade de manter as pessoas na sua terra natal. Estes projetos, as incubadoras de empresas, são tentativas reais de reter cá quem é de cá e quer construir os seus sonhos cá”, sustentou.

João Vasconcelos, que inaugurou esta segunda-feira o Centro de Incubadora de Empresas de S. Pedro do Sul, destacou a importância deste tipo de projetos, especialmente em concelhos do interior.

Isto permite que as novas gerações tenham condições para arriscar e construir os seus sonhos na sua terra natal, ao contrário de tantas gerações, como foi o caso da minha família, que abandonou a sua terra porque não tinha condições”, acrescentou.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Ao longo da sua intervenção, o representante do Governo aproveitou ainda para evidenciar o papel dos dirigentes associativos, cuja atuação “é muito importante para facilitar e catalisar as relações entre empresas, associações, investidores, universidades, centros tecnológicos e o Governo”.

O Centro de Incubadora de Empresas de S. Pedro do Sul nasceu na antiga escola primária, que se encontrava desativada há alguns anos. De acordo com o vice-presidente da Câmara de S. Pedro do Sul, Pedro Mouro, as obras de adaptação deste espaço foram pagas com recursos do município, a rondar os 20.000 euros.

“As instalações estão devidamente equipadas com internet e capazes de responder às necessidades dos jovens empreendedores”, informou. No seu entender, a incubadora de empresas é o “empurrão” que alguns jovens precisam, assumindo assim um risco menor no arranque de atividade. “Para já temos cinco empreendedores de áreas como ‘web design’, promoção turística ou apoio à engenharia. Temos vaga para mais dois ou três, com hipóteses de ajustar o espaço em função do que possa vir a surgir”, concluiu.