Apps

As 10 aplicações Android que marcaram 2016

Com o ano a chegar ao fim é altura de ver os destaques de 2016. A startup portuguesa Aptoide apresentou a lista das 10 aplicações Android que mais marcaram este ano.

flickr Editorial/Getty Images

Autor
  • Miguel Videira Rodrigues

A Aptoide é uma startup portuguesa que funciona como uma alternativa à loja oficial da Google e, chegados ao final de 2016, apresentou a lista das 10 aplicações que registaram um maior número de downloads ao longo do ano, assim como as que se diferenciaram devido ao grau de inovação e utilidade.

Segundo a lista, 2016 foi um ano de grande dedicação ao mercado dos jogos mobile, com o jogo de realidade aumentada Pokémon Go a ocupar o primeiro lugar da lista. Logo de seguida surgem os jogos de conquistas medievais Clash of Clans e Clash Royale, respetivamente em segundo e terceiro lugar da lista.

Mas o ano não ficou marcado só por jogos. Em quarto lugar surge a aplicação Snaptube , que permite fazer o download de vídeos e músicas de diferentes sites, incluindo o YouTube.

Em quinto lugar aparece o jogo Slither.io, onde uma cobra amigável percorre o ecrã atrás de pontos coloridos para crescer e derrotar as cobras maiores.

Uma das funcionalidades mais apreciadas no sistema operativo Android é a liberdade que oferece ao utilizador, permitindo aceder à raiz do equipamento e gerir os documentos ao gosto de cada um. A pensar nos dispositivos que não trazem um gestor de origem ou nos utilizadores que não gostam do que vem instalado no equipamento, surge a aplicação King Root, que ocupa o sexto lugar.

O futebol conseguiu ter um lugar nesta lista com os jogos Dream League Soccer16 em sétimo lugar e Fifa Mobile em oitavo. Uma alternativa à King Root é a aplicação ES File Explorer, que conseguiu o nono lugar. A encerrar a lista, em décimo lugar, ficou o jogo Roblox que permite ao utilizador explorar mundos 3D com outras pessoas num ambiente paralelo.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
China

Vamos mesmo ignorar isto? /premium

Sebastião Bugalho

A Europa assumiu pela primeira vez que o expansionismo da China representa uma ameaça para o continente e os jornais portugueses, que tão competentemente cobriram a visita de Xi, não fazem perguntas?

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)