O Presidente da República vai esta quinta-feira, dia em que comemora um ano em Belém, condecorar Maria José Ritta e Maria Cavaco Silva, que foram primeiras damas durante os mandatos de Jorge Sampaio e de Aníbal Cavaco Silva. Numa nota publicada na quarta-feira à noite no site da Presidência, Marcelo Rebelo de Sousa explica que “decidiu entregar” às “antigas primeiras-damas” as “insígnias das condecorações com que decidiu agraciá-las.” A cerimónia é às 18h00, no Palácio de Belém.

O Presidente da República lembra ainda, na mesma nota, que “Maria Manuela Eanes e Maria de Jesus Barroso tinham sido agraciadas pelo Presidente Jorge Sampaio.” Marcelo Rebelo de Sousa sempre rejeitou promover a figura da primeira-dama na sua Presidência e, logo na campanha, foi taxativo: “A Constituição não prevê tal cargo.”

Marcelo não é casado mas vive há muitos anos com Rita Cabral, que poderia assumir essa função. O que nunca aconteceu. A visão de Marcelo afasta-se de um modelo ao estilo norte-americano e nem sequer adota aquele que, informalmente, tem sido o português. Em dezembro, o Presidente encontrou-se com Maria José Rita e Maria Cavaco Silva 
na “Casa do Fraldinhas” da Ajuda de Berço, em Lisboa, 
na cerimónia de lançamento da Campanha Solidária “Swatch Docinho”, como demonstram fotos publicadas no site da Presidência.

Marcelo com as antigas primeiras damas, em foto publicada no site da Presidência da República.