A confiança dos consumidores aumentou em maio e bateu um máximo desde novembro de 1997, mantendo “a trajetória positiva” iniciada desde 2013, e o clima económico também aumentou entre janeiro e maio, depois da queda no trimestre anterior.

O Instituto Nacional de Estatística (INE) refere que o indicador de confiança dos consumidores aumentou em maio, “prolongando a trajetória positiva” observada desde o início de 2013 e “atingindo o valor máximo da série iniciada em novembro de 1997”.

Igualmente, o indicador de clima económico aumentou entre janeiro e maio, após ter diminuído nos três meses precedentes.