Um pai e uma filha foram resgatados esta quinta-feira do mar da praia de Porto Covo, em Sines, de acordo com informações avançadas pela TVI24. O pai acabou por morrer já no hospital, confirmou a diretora do serviço clínico do Hospital do Litoral Alentejano ao Correio da Manhã.

O pai, de 39 anos, sofreu uma paragem cardio-respiratória que o deixou em estado grave, tendo sido depois alvo de reanimação por uma equipa médica do INEM, por volta das 16h00. O homem ainda recuperou os sinais vitais e foi levado para o Hospital do Litoral Alentejano, às 16h47, onde acabaria por morrer.

A criança, de 13 anos, sofreu apenas escoriações na pele, pelo que a prioridade de assistência dos nadadores-salvadores foi dada ao pai, apesar de ter sido resgatada primeiro. Mais tarde foi encaminhada para o hospital.

Também a mãe da menor, que não se encontrava no local, foi assistida por ter entrado em estado de choque, sendo levado para o hospital.

O alerta foi dado às 14h06 à Polícia Marítima de Sines que enviou de imediato duas viaturas do Sea Watch, um projeto de patrulhamento das praias da costa portuguesa, com nadadores-salvadores que fizeram o resgate.

Um conjunto de 18 operacionais foram deslocados para o local, nos quais se inclui os bombeiros de Sines e Santo André, a Polícia Marítima, a Viatura Médica de Emergência e Reanimação e carrinhas do Instituto de Socorros a Náufragos.

(atualizado às 18h45 com idade e sexo da criança; às 22h55 com a informação da morte do pai da menor)