O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, disse esta quinta-feira que os líderes europeus chegaram a acordo sobre o reforço da cooperação na defesa europeia e no combate ao terrorismo, nomeadamente com o apoio das redes sociais.

Estamos determinados em proteger os nossos cidadãos, contamos que as redes sociais cooperem na prevenção da propaganda terrorista“, disse Tusk, especificando com um pedido para o desenvolvimento de “ferramentas para remover automaticamente” a propaganda extremista e terrorista.

Falando em conferência de imprensa no final da primeira sessão de trabalhos da cimeira de dois dias, o líder do Conselho Europeu salientou também que os 28 chegaram a um consenso para que “em três meses, haja acordo sobre uma lista comum de critérios e compromissos de modo a fazer avançar” a cooperação a nível de defesa.

Esta lista inclui mecanismos de avaliação, de modo a que os Estados-membros que estão em posição para tal, possam dar conta sem demora das suas intenções de participar numa cooperação na área da defesa.