816kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Depois dos rumores de traições, Jay-Z pede desculpa a Beyoncé no seu novo álbum

Este artigo tem mais de 5 anos

O rapper Jay-Z utilizou algumas músicas do seu novo álbum, 4:44, para pedir desculpa a Beyoncé, sua companheira há dez anos, pelas suas más atitudes no passado, mostrando-se arrependido.

Jay-Z e Beyoncé estão casados há 10 anos e são pais de Blue Ivy Carter, de 5 anos, e de dois gémeos, com menos de um mês de idade.
i

Jay-Z e Beyoncé estão casados há 10 anos e são pais de Blue Ivy Carter, de 5 anos, e de dois gémeos, com menos de um mês de idade.

Jason Miller

Jay-Z e Beyoncé estão casados há 10 anos e são pais de Blue Ivy Carter, de 5 anos, e de dois gémeos, com menos de um mês de idade.

Jason Miller

No Lemonade, Beyoncé falou sobre a infidelidade do marido, Jay-Z. O rapper norte-americano veio agora a público pedir desculpa e mostrar arrependimento pelos seus atos, através de algumas músicas do seu novo álbum 4:44.

O casamento de Beyoncé e Jay-Z dura há dez anos e foi alvo de especulação quando a cantora, em abril de 2016, lançou um álbum onde falava de traições e infidelidades do seu marido. Os fãs já esperavam que o rapper respondesse à mulher em 4:44, álbum lançado esta sexta-feira exclusivamente no Tidal. E foi isso que ele fez.

Jay-Z responde diretamente aos versos escritos por Beyoncé, pedindo desculpa pelos seus atos infiéis e que magoaram a sua companheira.

Logo no início do álbum, na música intitulada ‘4:44’, ele canta: “Se os meus filhos soubessem, eu não saberia o que fazer / Se eles não me olhassem da mesma forma, eu provavelmente morreria de vergonha / Tu fizeste isso com quem? / O que é uma ménage à trois se tu tens uma alma gémea? Tu arriscarias isso pela Blue?“.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Na música ‘Sorry’, Beyoncé canta: “Olho para o meu relógio / Ele já devia estar em casa / Hoje eu arrependo-me da noite em que ele me deu um anel… Tu só me querias quando eu não estava lá / É melhor ligares à Becky, com bom cabelo”.

Agora, Jay-Z responde-lhe, em ‘Family Feud’: “Eu farei algo bom se tu me deixares / Deixa-me sozinho Becky! / Um homem que não cuida da sua família não merece ser rico”.

Apesar de o cantor dizer que “não é para ser levada num sentido literal”, a música ‘Kill Jay-Z’ refere-se, em grande parte, ao incidente no elevador com a irmã de Beyoncé, Solange Knowles. Ele declara que nesta música fala sobre “matar o ego, para que se possa ter uma conversa sobre vulnerabilidade e honestidade”.

https://twitter.com/KarenCivil/status/880656716685357056

Os detalhes sobre as supostas traições nunca foram totalmente confirmados pelo casal, mas têm sido origem de muitos rumores sobre o casal, principalmente depois do lançamento de Lemonade, onde Beyoncé revelou alguma angústia e descontentamento com a sua relação, em ‘Dont’ Hurt Yorself’. “Como é que isto chegou a este ponto?”, perguntava ela. “Isto é o teu aviso final / Tu sabes que eu te do a vida / Se fizeres isto outra vez / Vais perder a tua mulher”.

Jay-Z e Beyoncé são pais de Blue Ivy Carter, de 5 anos, e de dois gémeos, com menos de um mês de idade.

 
Assine o Observador a partir de 0,18€/ dia

Não é só para chegar ao fim deste artigo:

  • Leitura sem limites, em qualquer dispositivo
  • Menos publicidade
  • Desconto na Academia Observador
  • Desconto na revista best-of
  • Newsletter exclusiva
  • Conversas com jornalistas exclusivas
  • Oferta de artigos
  • Participação nos comentários

Apoie agora o jornalismo independente

Ver planos

Oferta limitada

Apoio ao cliente | Já é assinante? Faça logout e inicie sessão na conta com a qual tem uma assinatura

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Vivemos tempos interessantes e importantes

Se 1% dos nossos leitores assinasse o Observador, conseguiríamos aumentar ainda mais o nosso investimento no escrutínio dos poderes públicos e na capacidade de explicarmos todas as crises – as nacionais e as internacionais. Hoje como nunca é essencial apoiar o jornalismo independente para estar bem informado. Torne-se assinante a partir de 0,18€/ dia.

Ver planos