Rádio Observador

Pedro Passos Coelho

Passos reconhece “algum mérito” do Governo na economia, mas lembra reformas de PSD/CDS

392

O líder social-democrata reconheceu que o Executivo socialista tem "algum mérito" no desempenho positivo da economia portuguesa, mas insistiu que é urgente avançar para uma segunda fase de reformas.

"Não conheço nenhum político que gosta que as coisas corram mal", afirmou Passos Coelho

JOÃO PORFÍRIO/OBSERVADOR

Autor
  • Miguel Santos Carrapatoso

Pedro Passos Coelho reconheceu este sábado que o Governo tem “algum mérito” na evolução positiva da economia portuguesa, mas lembrou as reformas feitas pelo Executivo PSD/CDS e a “conjuntura económica extraordinariamente favorável que se vive em toda a Europa”.

Em declarações aos jornalistas, à margem da visita ao Pavilhão de Feiras e Exposições de Penafiel, o líder social-democrata voltou a desafiar os socialistas a olharem “para além da conjuntura económica” e avançarem decididamente para uma “nova fase de reformas da nossa economia”, ambição que “não tem estado presente no discurso dos partidos que apoiam o Governo e do Governo”.

Mesmo lembrando que as instituições internacionais preveem um ritmo “menos intenso de crescimento” ao longo dos próximos anos, Passos Coelho assumiu que a redução do défice e a evolução favorável da economia é um dado positivo. “Não é um elogio ao Governo, a economia tem tido um desempenho positivo e isso é bom. Não conheço nenhum político que gosta que as coisas corram mal”, afirmou o presidente do PSD.

Cenário que se pode alterar, insistiu o social-democrata, se o país continuar sem cumprir as reformas que se exigem e permanecer dependente das “flutuações dos ciclos económicos”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Governo

A verdade da mentira

João Merino
732

Este governo geringoncico usa todos os artifícios e desinformação para criar uma ilusão de bem-estar e, com a complacência de uma boa imprensa, passa pelos pingos da chuva, imune a quase tudo.

Política

Os idiotas úteis da esquerda /premium

João Marques de Almeida
1.425

Pacheco Pereira e Marques Lopes querem fazer carreira na comunicação social como os cronistas de direita que atacam a direita. Eles querem ser a “direita” que a esquerda gosta.

Rui Rio

Portugal continua a não ser a Grécia /premium

Rui Ramos
396

Quando a Grécia se afundava em resgates, Passos impediu que Portugal fosse a Grécia. Agora, quando a Grécia se liberta da demagogia, é Rui Rio quem impede que Portugal seja a Grécia. 

Liberalismo

De onde vem a riqueza?

Telmo Ferreira

A riqueza vem das instituições políticas e económicas que permitem uma sociedade pluralista que consiga aproveitar todos os benefícios da liberdade individual e económica.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)