Desporto

Paralímpico Jorge Pina distinguido com prémio Local Hero da Comissão Europeia

376

O atleta paralímpico português Jorge Pina foi distinguido pela Comissão Europeia com o prémio Local Hero, pelo trabalho realizado na área da promoção da prática desportiva.

TIAGO PETINGA/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

O atleta paralímpico português Jorge Pina, fundador de uma associação e de uma escola de atletismo adaptado, foi distinguido pela Comissão Europeia com o prémio Local Hero, pelo trabalho realizado na área da promoção da prática desportiva.

Jorge Pina, que recebeu o galardão em Marselha, foi escolhido entre 70 candidatos ao prémio, atribuído no âmbito de Semana Europeia do Desporto 2017.

O prémio, que pela primeira vez distinguiu um português, visa reconhecer um indivíduo que trabalha de forma consistente na promoção do desporto e da atividade física na sua comunidade.

Na cerimónia de atribuição do prémio, Jorge Pina, deficiente visual desde 2004, dedicou-o a todos os jovens que acreditam no desporto.

“Apesar de ser cego, aprendi a ver melhor de outras formas, tal como o Principezinho, de Saint-Exupéry, passei a conseguir ver através do coração, e é com gratidão e reconhecimento que recebo este prémio, que é também de todos os jovens que acreditam no desporto e naquilo que modestamente tenho podido contribuir para que através do desporto sejam mais felizes”, disse o atleta, citado pela sua assessoria de imprensa.

Jorge Pina, que em 2011 criou a associação com o seu nome – que desenvolve vários projetos sociais – e em 2015 uma escola de atletismo adaptado, tem 41 anos e até aos 25 conquistou vários títulos nacionais e internacionais de pugilismo.

Depois de ter perdido 90% da visão, sobretudo devido às competições de pugilismo, começou a praticar atletismo, tendo marcado presença nos Jogos Paralímpicos Pequim2008, Londres2012 e Rio2016.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Mundial 2018

O orgulho da Nação /premium

Paulo de Almeida Sande

Eu, português, da Nação dos lusitanos, “Estou Aqui”, sou da têmpera dos antigos Descobridores, sou do tamanho do Cristiano, o melhor do Mundo. Tenho direito a ser feliz. Façam lá o favor de ganhar.

Mundial 2018

Nem só de futebol vive a Rússia /premium

José Milhazes

No dia de abertura do Campeonato, o primeiro-ministro russo anunciou o aumento da idade da reforma de 60 para 65 para os homens e de 55 para 63 para as mulheres. E fez subir o IVA de 18 para 20%.  

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)