O clube de futebol inglês Manchester City anunciou esta quarta-feira uma receita recorde de 535 milhões de euros e um lucro de 1,1 milhões na primeira temporada do treinador Pep Guardiola.

Apesar da época sem títulos do técnico espanhol, o volume de negócios dos “citizens” cresceu 21 por cento até 30 de junho, numa análise que compreendeu os derradeiros 13 meses, ajustados ao seu ciclo financeiro.

O City, que em 2008 foi comprado pelo sheik Mansour, de Abu Dhabi, foi campeão em 2012 e 2014, mas na época passada não venceu um único troféu.

Ainda assim, o presidente-executivo, Ferran Soriano, disse que “a equipa produziu o tipo de futebol” que dela esperavam.

Na presente edição da Premier league, em 11 jornadas o Manchester City comanda com oito pontos de avanço para o rival United, de José Mourinho, e Tottenham.