A super lua já passou mas o primeiro dia da sexta e última jornada da Liga dos Campeões, que se realiza esta terça-feira a partir das 19h45, promete trazer outros fenómenos: o Sporting procura uma conjugação cósmica que lhe permita passar a fase de grupos pela segunda vez na sua história; o Benfica tenta fugir ao eclipse total de ser a pior equipa portuguesa de sempre na prova; e há ainda um choque de estrelas em Munique.

Liga dos Campeões. Sporting precisa de um milagre? Não, precisa de dois

Em Barcelona, os comandados de Jorge Jesus tentam fazer história. De várias perspetivas: ganhar pela primeira vez em Espanha nas provas europeias (levam três empates e oito derrotas em 11 jogos), vencer pela primeira vez o Barcelona na Liga dos Campeões (três desaires) e passar pela segunda vez na história aos oitavos-de-final. Ainda assim, para a concretização da última, necessita ainda que a Juventus não vença na Grécia diante do Olympiacos, que joga pela honra mas já conseguiu roubar pontos ao Barça (que tem o primeiro lugar garantido).

Sporting-Barcelona. Entre Figo e Simão houve Amunike, o ala que chegou à Europa entre facas à mesa e empurrões no aeroporto

Ao contrário dos leões, que no mínimo já asseguraram passagem para a Liga Europa, o Benfica recebe o Basileia sem ambições desportivas mas com um objetivo “histórico”: vencer os suíços e fugir àquela que poderá ser a pior época de sempre de um conjunto português na fase de grupos da Champions. Os encarnados nunca perderam em casa frente a adversários helvéticos (duas vitórias e um empate), mas também não conseguiram vencer na única receção ao Basileia (1-1 em 2011/12, também para a Liga dos Campeões). Ao contrário das águias, o Basileia ainda necessita do resultado, estando a lutar com o CSKA Moscovo pelo apuramento para os oitavos-de-final.

As cinco manchas no currículo no Benfica (e uma que poderá ficar como a maior de sempre)

Nos restantes jogos da noite, o destaque vai todo para Munique, onde o Bayern recebe o PSG para tentar vingar a derrota no Parque dos Príncipes (3-0) e lutar ainda pelo primeiro lugar do grupo B (terá de ganhar por quatro golos de diferença). Na outra partida, Celtic e Anderlecht discutem o apuramento para a Liga Europa.

Federer vs. Madonna (ou Basileia-Benfica): por quem torcem os famosos na Champions?

Por fim, há duas equipas que necessitam de combinações em dois campos para subirem na classificação: o Atl. Madrid (6 pontos) joga em Stamford Bridge com o Chelsea (10 pontos) com a necessidade de vencer e contar com uma ajuda do Qarabag (2 pontos), que teria de não perder em Roma (8 pontos) para garantir a passagem aos colchoneros. Entre estas contas, a equipa italiana pode ainda ascender ao primeiro lugar do grupo B, caso ganhe o seu jogo e o Chelsea empate ou perca com os comandados de Diego Simeone.