A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) manteve esta segunda-feira a perspetiva de “crescimento estável” na atividade dos seus países membros e na zona euro, com sinais de aceleração do crescimento na Alemanha e Itália.

De acordo com os indicadores compósitos avançados, divulgados pela OCDE, que sinalizam possíveis alterações no ciclo económico nos próximos seis a nove meses, a média dos países membros subiu em novembro para os 100,2 pontos.

A organização sinalizou uma manutenção da tendência de crescimento nos países da zona euro (com 100,6 pontos) como um todo, mas também nos EUA, Japão e Canadá. Na Alemanha e Itália, a OCDE sinaliza sinais de aceleração do crescimento da economia e no Reino Unido identifica sinais de abrandamento do crescimento.