Catorze casos de infeção por legionela foram já diagnosticados com ligação ao surto no hospital CUF Descobertas, em Lisboa, informou a Direção-geral da Saúde (DGS), em comunicado. A bactéria infetou nove mulheres e cinco homens. Três estão nos cuidados intensivos.

“O Hospital está a funcionar regularmente e em segurança, tendo implementado, em articulação com as autoridades de saúde, todas as medidas protocoladas, nomeadamente choques térmicos e químicos, em toda a instalação, para eliminar a origem de um eventual foco de transmissão”, afirma a direção da instituição no documento.

Dos dois novos casos diagnosticados esta quarta-feira, um já teve alta da urgência e está a ser medicado em casa, informou a unidade de saúde. Trata-se de uma mulher, de 53 anos, que foi por sua iniciativa ao hospital e “diagnosticada numa fase precoce”, não apresentando “sinais de gravidade” de infeção.

Quanto ao segundo caso, é um homem de 77 anos que se encontra internado, “depois de ter sido contactado pelo hospital e aconselhado a dirigir-se ao atendimento permanente caso apresentasse sintomas”, refere o CUF Descobertas em comunicado.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O surto de legionela surgiu no passado fim de semana e poderá estar ligado à rede de águas do hospital, que está a contactar todas as pessoas que ali estiveram internadas entre os dias 6 e 25.

Na segunda-feira, quando havia seis doentes notificados, o diretor clínico adjunto do hospital, Paulo Gomes, admitia que pudessem surgir mais casos mas garantia a segurança do hospital para doentes e trabalhadores.