Os tempos que se aproximam parecem ser tudo menos favoráveis para os motores a gasóleo. Em particular, devido à vontade dos legisladores, principalmente europeus, que parecem querer acabar com motores de combustão diesel. Apesar deste panorama, a francesa Renault dá mostras de determinação em não deixar morrer a tecnologia, estando mesmo a preparar um novo bloco capaz de debitar 200 cv de potência, segundo avançam algumas notícias.

Embora esteja também concentrada no domínio das energias alternativas, a verdade é que a marca do losango não parece disposta a, simplesmente, deixar cair todo um histórico construído também com base nos motores diesel. Razão pela qual continua a trabalhar nesta tecnologia, com o objectivo próximo de apresentar um novo bloco a gasóleo de 200 cv que, muito provavelmente, estreará, ainda este ano, em modelos como o Espace, o Talisman e o Koleos.

A informação é avançada pelos meios de comunicação franceses, como o L’Argus, o qual acrescenta que o novo motor deverá ser apresentada num evento agendado para Maio, em Rouen, França. No qual serão debatidos temas como os motores, a electrificação e os combustíveis alternativos.

No caso concreto deste futuro turbodiesel de 200 cv, a questão coloca-se, igualmente, em saber se a marca francesa necessita, efectivamente, de um bloco desta dimensão, tendo já um diesel de 160 cv. Muito provavelmente, a explicação para esta opção passa pelo desejo de continuar a proporcionar um bloco a gasóleo de ambições desportivas e, à partida, com consumos mais comedidos, o mesmo acontecendo com as emissões.