Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O dia 16 de fevereiro costuma ser de celebrações efusivas em Pyongyang, Coreia do Norte. O dia em que nasceu o ditador e ex-líder já falecido do país, Kim Jong-il, costuma ser celebrado com muito fogo-de-artifício, uma grande festa na praça que ganhou o nome do “querido líder” e um festival de flores. Tudo junto forma o Kimjongilia, festival que ganhou o nome de uma flor (na fotografia acima estão muitas kimjongilia) assim intitulada por homenagem a Kim Jong-il, mas que este ano celebra-se com mais discrição.

A flor em causa, uma begónia, é híbrida e foi especificamente criada por botânicos para celebrar o nascimento do líder norte-coreano. Tem outra particularidade: está preparada para despontar junto da data de 16 de fevereiro e assim ficar sempre associada ao homem que lhe dá o nome.

Segundo aponta o La Vanguardia, o dia é também chamado de “dia da estrela brilhante”. Isto porque, reza a lenda, quando Jong-il nasceu surgiu uma estrela reluzente no céu noturno, a assinalar esse nascimento, acontecido numa modesta cabana nos flancos da montanha Paektu, que dividia a Coreia do Norte e a China. Aí, à época, guerrilheiros da então República da Coreia tentavam resistir à ocupação japonesa. Hoje, porém, sabe-se que Jong-il nasceu afinal num campo de refugiados russo, provavelmente sem uma estrela no céu a despontar.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Sem grandes festividades nas ruas, Kim Jong-un visitou à meia-noite de quinta-feira, 15 para sexta-feira, 16, o Palácio do Sol de Kumsusan, tendo prestado “uma profunda homenagem” e depositado uma grande coroa de flores junto aos corpos embalsamados do pai (Jong-il) e do avô, Kim Il-sung, também ex-líder coreano. Segundo apontou a agência estatal KCNA, Jong-un estaria acompanhado por altos representantes do Partido dos Trabalhadores da Coreia mas não por militares.

Além da flor, os norte-coreanos recorrem a outros elementos para celebrar o nascimento do ditador, como selos de correio ou doces e sobremesas. Pode ver algumas fotografias de celebrações de edições passadas do festival (esta é a 22ª) na fotogaleria abaixo.

4 fotos