Superdesportivo eléctrico, concebido e desenvolvido por uma desconhecida startup japonesa, que decidiu chamá-lo de “Coruja”, o Aspark Owl pode vir a fixar novos limites no domínio dos supercarros. Desde logo, na capacidade de aceleração, com os criadores desta “ave rara” a anunciarem – e demonstrarem -como é que se voa dos 0 aos 100 km/h em 1,9 segundos. Basicamente, é algo do tipo: “aí vem ele… ups, já passou!” Se não, veja por si próprio:

[jwplatform lmghClsK]

Modelo de que chegámos a dar aqui conta, aquando do último Salão Automóvel de Frankfurt, o Aspark Owl exibe uma carroçaria totalmente em fibra de carbono, conjugada com um sistema de propulsão 100% eléctrico, beneficiando ainda de linhas extremamente aerodinâmicas. A começar, numa altura de carroçaria que não ultrapassa os 99,06 centímetros, assim como num peso total que fica pelos 862 kg.

Já sobre a potência e binário anunciados pelo sistema propulsor, o Owl mostra-se até modesto, prometendo à partida não mais que 430 cv e 763 Nm de binário, ambos enviados para as quatro rodas. Mas, a avaliar pela marca agora demonstrada, estes atributos bastam-lhe para fazer frente ao Roadster (0-100 km/h em 2,1 segundos, segundo a Tesla).

Tesla Roadster melhor que Ferrari, Lamborghini e McLaren?

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Quanto ao carro que conseguiu a impressionante marca de 1,9 segundos dos 0 aos 100 km/h, os seus criadores garantem que a única coisa que tem de diferente da versão que será comercializada é o facto de estar calçado com pneus slicks. Motivo, aliás, pelo qual os engenheiros da Aspark querem voltar a fazer este mesmo teste, mas com pneus de estrada.

[jwplatform FTgt2m2Y]

Os criadores desta “Coruja” ultra-rápida pensam construir não mais que 50 unidades do modelo, tendo inclusivamente já definido um preço aproximado para cada unidade: 3,5 milhões de euros. E este valor também bate, mas agora largamente, o do Roadster, já que o eléctrico da marca californiana custa cerca de 161.200€ (200.000 dólares).