Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Isto dos ténis (ou das sapatilhas, se preferir) é um universo complexo e cheio de camadas. Por detrás das marcas e modelos que usamos desde sempre, há etiquetas pouco conhecidas, apenas ao alcance dos mais entendidos. Tiago Escada Ramos é um desses especialistas. Além de ter uma coleção invejável que conta a história dos ténis na segunda metade do século XX e um grupo de Facebook, chamado Sneakers Love Portugal, com mais de 10 000 membros, é o curador e buyer da Bae, uma nova concept store portuense.

Depois da primeira loja ter aberto em Guimarães, em 2016, o conceito chegou à invicta e com muito mais espaço. Com vista para a Torre dos Clérigos, a Bae ocupa dois andares. E se a fachada lhe parecer espetacular, espere só até entrar e ver o interior. O projeto de design é assinado pela Dettagli e passou ao lado do estilo mais industrial que normalmente encontramos em espaço de conceitos urbanos. “A ideia sempre foi criar um espaço que faça as pessoas sentirem-se confortáveis, mas sem aquele ar, muitas vezes intimidante, das lojas de luxo”, afirma Tiago.

No primeiro andar da Bae, espera-o uma seleção de marcas de roupa, quase todas à venda em exclusivo na nova loja do Porto © Divulgação

Mas é sobretudo no produto estrela que esta loja se distingue das outras. “Em Portugal, este é cada vez menos um segmento de nicho. O mercado massificou-se tanto que as pessoas procuram produtos exclusivos”, explica. Por isso é que nem todas as marcas que encontra na Bae lhe vão soar familiares. A presença de nomes como New Balance, Le Coq Sportif, Adidas e Reebok fica-se pelas edições limitadas e modelos raros, porque logo ao lado há etiquetas menos sonantes para descobrir, como é o caso da ARKK e da Filling Pieces, uma marca holandesa com produção em Portugal.

A seleção vai além do calçado e chega também à roupa, sem nunca sair do espírito do streetwear e do sportswear. Nos cabides, descobrem peças de vestuário e acessórios de marcas como Wood Wood, Soulland, La Paz e Monokel. Tiago admite que Portugal tem sido um mercado esquecido para estas marcas e coleções de primeira liga, cenário que aos poucos a Bae quer inverter. Até agora, há várias peças que não se encontram em nenhuma outra loja e, com a chegada do verão, há mais a caminho.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Subidas as escadas, há também espaço para um pequeno museu. “Hoje, com as pessoas cada vez mais habituadas a comprar online, o retalho tem de ter mais qualquer coisa, algo que leve as pessoas à loja”, esclarece Tiago, que expõe no primeiro andar alguns ténis da sua coleção pessoal. A ideia é manter a secção em diálogo com os novos lançamentos e ir rodando consoante as histórias que se queiram contar. Por estes dias, a Le Coq Sportif é uma das marcas em destaque, com modelos produzidos em Portugal durante as décadas de 70 e 80. Com a New Balance, Tiago foi mais longe e mostra a evolução da marca norte-americana, dos anos 60 à década de 90. Mas ainda há espaço para a Adidas e para os modelos mais icónicos dos anos 80. Entre eles está um par dos primeiros Stan Smith da história. Escusa de estar com ideias, porque estes não estão à venda.

Nome: Bae
Morada: Rua 31 de Janeiro, 235, Porto
Telefone: 96 125 9422
Horário: De segunda a sábado das 10h às 19h30