O principal suspeito de ter esfaqueado uma mulher até à morte em Vila Real foi encontrado morto esta sexta-feira, numa vinha, perto da barragem de Bagaúste, concelho de Lamego, confirmou fonte policial à Lusa. As autoridades suspeitam de que o homem se terá suicidado depois de ter cometido o crime.

A mulher, de 48 anos, foi encontrada morta em casa na quinta-feira. Ao Observador, fonte dos Bombeiros da Cruz Verde confirmou que o alerta foi dado às 18h40 e que, quando chegaram ao local, a mulher estava deitada no chão com múltiplos golpes de arma branca. No mesmo local, acrescenta, encontraram também os dois cães da mulher mortos e com sinais de agressão.

A vítima foi encontrada ao final da tarde pelo filho de 14 anos, que foi quem deu o alerta para as autoridades, mas suspeita-se de que a mulher já estaria morta há várias horas. O homem era o companheiro da vítima e terá fugido do local no seu carro, que foi encontrado numa vinha a alguns metros da barragem de Bagaúste, no rio Douro.

O óbito da mulher foi decretado no local pelo médico da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER), que se encontrava no local com os Bombeiros da Cruz Verde. A Polícia Judiciária de Vila Real está a investigar o caso.