Com o casamento real às portas, marcado para o dia 19 de maio, Harry e Meghan Markle planeiam também as respetivas despedidas de solteiro. Segundo a Vanity Fair, as festas que antecedem a cerimónia que vai pôr os olhos do mundo na capela de Saint George, no castelo de Windsor, são do maior secretismo que há. Ainda assim, esta publicação sabe que Markle pediu ao grande amigo Markus Anderson — o homem que apresentou a ex-atriz ao príncipe britânico no verão de 2016 — para ficar encarregue dos preparativos da despedida de solteiro. Já Harry fez o mesmo pedido ao amigo Tom Inskip e também ao irmão, William.

Ainda na semana passada, Inskip terá sido visto a fazer o reconhecimento de um hotel boutique no México, uma possível localização para a festa, ainda que seja pouco provável que Harry e os respetivos amigos queiram rumar para tão longe. “O Tom está encarregue de encontrar uma localização. Tem de ser um sítio onde eles não possam ser descobertos. Na semana passada, ele estava a sondar este sítio maravilhoso no México. Adorou-o. Talvez seja demais levar toda a gente para o México, mas é um dos locais na lista”, diz uma fonte não identificada à Vanity Fair.

Tom Inskip é conhecido por ser um grande amante de festas, pelo que, nesta fase, faz sentido que o irmão mais velho de Harry, com uma imagem bastante mais sóbria, também participe nos preparativos. A pensar na fase de rebeldia que o príncipe já protagonizou em tempos, a Vanity Fair cita outra fonte que conta como Meghan Markle acalmou e muito o futuro marido, que agora fuma e bebe menos. “Ele está determinado a não repetir a cena de Vegas.” Em agosto de 2012, recordamos, uma fotografia de Harry despido em Las Vegas não só circulou na internet, como nos medias nacionais, mesmo depois do apelo da família real britânica para respeitar a intimidade do príncipe.

https://www.instagram.com/p/BhD9w4UlA7v/?taken-at=1014493

Do outro lado da barricada, o amigo de Markle, Markus Anderson, estará a planear algo muito exclusivo, sem necessidade de ir para muito longe. “Markus conhece sítios maravilhosos. Aposto que vai organizar uma coisa simples e próxima de casa”, diz uma fonte à publicação já citada. Dito isto, a Vanity Fair coloca em cima da mesa a hipótese de a festa acontecer na Babington House, um hotel e clube privado no condado de Somerset, em Inglaterra.

O casamento que vai ser pago na totalidade pela família real — incluindo a igreja, a música, as flores e a receção dos noivos; excluindo a segurança contratada para o evento, paga com o dinheiro dos impostos — terá, ao que tudo indica, mais de 2.500 convidados extra que vão poder acompanhar a cerimónia de perto. O casamento começa pelas 12h e o final da cerimónia está previsto para as 17h30.