Forças de segurança de Marrocos impediram este domingo que mais de 250 migrantes atravessassem a fronteira de Ceuta, levando a Guardia Civil de Espanha a instalar um dispositivo especial no lado espanhol, segundo fontes policiais.

A intervenção ocorreu na madrugada deste domingo quando os agentes foram alertados para a aproximação de dois grupos de migrantes subsaarianos que se dirigiam para o duplo muro fronteiriço, referiram fontes policiais à agência EFE.

A Guardia Civil espanhola vigiou a metade dos 8,2 quilómetros de perímetro fronteiriço terrestre, perante a possibilidade de alguns migrantes conseguirem ultrapassar o muro, com seis metros de altura.

Cerca de 100 migrantes tentaram chegar à estrada de Tarajal e foram impedidos de prosseguir numa paragem de táxis situada a cerca de 500 metros do ponto fronteiriço, enquanto um segundo grupo de cerca de 150 ficou na parte mais alta do monte, sem aproximar-se do muro.