O Parlamento Europeu bloqueou a reforma à legislação dos direitos de autor. A votação decorreu em Estrasburgo às 12h (11h em Portugal) e ficou decidida por uma margem de 40 votos. Foram registados 278 votos a favor, 318 contra e 31 abstenções. A proposta vai agora ser revista e discutida no parlamento.

Segundo o The Independent, durante a reavaliação os ativistas vão tentar que os polémicos artigos 11 e 13 sejam removidos da proposta legislativa. Caso estes artigos entrem em vigor, as companhias tecnológicas vão passar a verificar que todo o conteúdo carregado nas suas plataformas não contém conteúdos protegidos pelos direitos de autor. Na prática, muitos dos conteúdos mais populares da internet — como memes e remixes de música — poderão deixar de estar acessíveis como estão atualmente.

O resultado obtido nesta quinta-feira adia a decisão para setembro, quando haverá uma nova votação da proposta já revista.

Os memes vão acabar? Seis coisas a saber sobre a diretiva que pode mudar a Internet