Um estudo publicado pela Universidade de Ottawa, no Canadá, aponta que, dos 1773 glaciares do país, cerca de 1353, diminuíram significativamente entre os anos de 1999 e 2015.

Os resultados do estudo dão uma visão alarmante sobre os efeitos que o aumento da temperatura global estão a ter na região. A autora da publicação, Adrienne White,diz que ao todo foram perdidos 1700 km quadrados de área glaciar, representando uma perda de 6%.

Temos muito mais icebergs. Onde antes tínhamos uma plataforma contínua de gelo, agora vemos muito mais icebergs soltos, vemos muito mais fendas.”

A região tem um dos níveis mais elevados de aumento da temperatura global. A temperatura média anual na região aumentou 3.6ºC entre 1948 e 2016.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“Parece ter have uma mudança a meio dos anos 90”, disse a investigadora. “Parece ter havido um aumento repentino de aquecimento”.

Apesar de ser díficil saber quais as consequências reais do derretimento dos glaciares, a investigadora que conduziu o estudo diz que o impacto direto vai ser maior no aumento dos níveis do mar e o desaparecimento do ecossistema da região.