O ex-presidente do Sporting, Bruno de Carvalho (BdC), utilizou a sua página de Facebook , este domingo, para anunciar que vai promover uma recolha de assinaturas para a realização de uma Assembleia-Geral (AG) Extraordinária. A AG pretendida por Bruno de Carvalho terá de ter lugar a 8 de agosto, data limite para a apresentação das candidaturas à presidência do clube.

Recorde-se que, na última AG do Sporting em junho, BdC foi destituído do cargo de presidente do Conselho Diretivo do clube. Alvo de um inquérito disciplinar por parte da Comissão de Fiscalização, o ex-líder do Sporting está igualmente suspenso enquanto sócio — o que pode impossibilitar a apresentação da sua candidatura (e de Carlos Vieira, ex-diretor financeiro de BdC) às eleições do Sporting que se vão realizar a 8 de setembro.

Comissão de Fiscalização adia decisão sobre Bruno de Carvalho e Carlos Vieira mas suspende sócios do ataque à Academia

O motivo por trás desta tentativa de convocação de uma AG extraordinária por parte de BdC é, precisamente, solicitar aos sócios do clube que autorizem a admissão de “de todas as candidaturas”, lê-se no texto publicado por Bruno de Carvalho no Facebook.

De acordo com os estatutos do clube leonino, são necessárias pelo um mínimo de 1000 votos para a AG ser convocada. Tal número não corresponde necessariamente a 1000 assinaturas ou a 1000 sócios, pois o Sporting tem diversas categorias de sócios que, por sua vez, têm número diferente de votos.

Posted by Bruno de Carvalho on Sunday, July 22, 2018

BdC afirma que quer garantir a “democracia”, a “liberdade eleitoral” e a “devolução do poder de decisão aos sócios do Sporting CP”.