A Juventude Leonina deve cerca de um milhão de euros à SAD do Sporting, segundo os primeiros resultados de uma auditoria que a Comissão de Gestão está a fazer para perceber as contas da SAD e apurar se foi ou não desviado dinheiro da SAD para o clube, avança o Correio da Manhã esta terça-feira.

A Comissão de Gestão, liderada por Artur Torres Pereira, está ainda a tentar avaliar se estes valores integram uma faturação fictícia ou se são, de facto, para cobrar à maior claque do clube — e que em maio esteve ligada à invasão do campo de treinos de Alcochete, em que vários jogadores e o então treinador, Jorge Jesus, foram agredidos. A dívida estará relacionada com bilhetes para jogos, que a comissão tem de apurar se foram oferecidos à claque ou se têm de ser pagos.

Ainda de acordo com o Correio da Manhã, a auditoria da Comissão composta por onze elementos quer também perceber se houve desvio de dinheiro da SAD do Sporting para o clube para pagar modalidades amadoras — embora muitas delas já tenham um orçamento próprio. Mais, se durante a gestão do presidente Bruno de Carvalho houve pagamento de comissões nos negócios de aquisição e transferências de jogadores.

Neste momento foi também apurada uma dívida de 40 milhões de euros a fornecedores, que pode ser ainda superior. Caso existam suspeitas de má gestão nas contas da SAD, estas poderão ser comunicadas ao Ministério Público para apurar se há crime.

Vídeos, luvas de boxe e chapéus da Juve Leo. As provas do Ministério Público contra os 23 arguidos de Alcochete