A Unidade de Controlo Costeiro do Destacamento de Matosinhos anunciou esta sexta-feira a apreensão de 18.700 quilos de atum rabilho, espécie protegida por legislação internacional, devido ao risco de extinção, no porto de pesca de Viana do Castelo.

Em comunicado, aquela unidade adiantou que o pescado foi apreendido ao mesmo armador a quem, na semana passada, foram “apreendidas cerca de 15 toneladas de pescado da mesma espécie”.

“Durante a ação de fiscalização à embarcação, o autuado não se demonstrou colaborante com os militares fiscalizadores, tendo sido necessário proceder à detenção do mesmo pelo crime de desobediência. O detido foi constituído arguido e sujeito à medida de coação de termo de identidade e residência, tendo o expediente sido remetido ao Tribunal de Viana do Castelo”, adiantou. O pescado, por não ser possível devolvê-lo ao mar, foi leiloado em lota.

A Unidade de Controlo Costeiro do Destacamento de Matosinhos explicou que “por ter sido atingida, este ano, a cota máxima estabelecida, não é permitido direcionar a atividade da pesca para exemplares daquela espécie”.