O Paris Saint-Germain tornou-se este sábado no único clube francês a conquistar oito Supertaças francesas de futebol, ao derrotar o Mónaco de Leonardo Jardim por 4-0, em Shenzhen, na China.

Num encontro que marcou o regresso do brasileiro Neymar ao Paris Saint-Germain depois da lesão de há cinco meses, o argentino Angel di Maria, antigo jogador do Benfica, foi um dos elementos em destaque, tendo anotado os primeiro e quarto golos, aos 33 e 90+3 minutos, enquanto os outros dois tentos foram anotados por Christopher Nkunku (39) e Timothy Weah (67).

A estrela brasileira da equipa parisiense, Neymar, que entrou aos 76 minutos para o lugar de Marco Verratti, voltou assim a atuar na equipa campeã francesa, depois de em finais de fevereiro se ter lesionado num pé.

Neymar já tinha feito o seu regresso à competição, mas ao serviço da seleção brasileira que disputou o Mundial2018 da Rússia.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O treinador português do Mónaco, Leonardo Jardim, fez alinhar dois jogadores portugueses na sua equipa inicial: Pelé, contratado este verão ao Rio Ave, e Rony Lopes.

No rescaldo da partida, Leonardo Jardim explicou a goleada: “Tivemos falta de intensidade. Portanto, a derrota é justa. O PSG foi mais forte que nós. Mostraram qualidade e controlaram o jogo. Nos primeiros 30 minutos mostrámos energia e solidariedade e aí o jogo foi equilibrado. Mas depois o PSG fez o que quis”.

Já o treinador do Paris Saint-Germain, o alemão Thomas Tuchel, elogiou os seus jogadores pela vitória: “Ganhámos 4-0, é incrível. E merecemos. Jogámos como equipa, adorei isso. Jogámos com uma equipa mais jovem e as circunstâncias foram difíceis, estava muito calor. Mas jogámos com muita intensidade e como uma verdadeira equipa. É um grande resultado”.