Turquia

Plataforma chinesa de viagens Ctrip suspende pagamentos em lira turca

A opção foi eliminada depois de alguns clientes terem explorado as flutuações cambiais, ao pagar por viagens em lira e reclamar reembolsos na moeda chinesa, o yuan.

SEDAT SUNA/EPA

A plataforma chinesa de serviços de viagens Ctrip decidiu suspender os pagamentos com lira turca, face à forte desvalorização cambial registada nas últimas semanas, informou esta terça-feira o diário económico Caixin. A opção foi eliminada depois de alguns clientes terem explorado as flutuações cambiais, ao pagar por viagens em lira e reclamar reembolsos na moeda chinesa, o yuan.

Nas últimas semanas, a lira registou a maior queda em 13 anos, após a subida das taxas alfandegárias sobre as importações norte-americanas de aço e alumínio da Turquia. Em algumas jornadas, a divisa turca chegou a perder 18% do seu valor face ao euro, e mais de 17% face ao dólar. Esta semana, um euro chegou a valer seis libras.

O conflito diplomático entre Washington e Ancara está a criar uma crise financeira e cambial de consequências imprevisíveis para a Turquia e países limítrofes.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
PS

O terrível regresso da "Europa da troika" /premium

Miguel Pinheiro

Nas eleições europeias, o PS é contra a "Europa da troika", contra a "Europa dos populistas" e contra a "Europa do Brexit". Ou seja: é uma soma de confusões, contradições e baralhações.

Venezuela

Um objeto imóvel encontra uma força imparável

António Pinto de Mesquita

Num dos restaurantes mais trendy de Madrid ouve-se o ranger de um Ferrari que para à porta. Dele sai um rapaz novo, vestido com a última moda. Pergunta-se quem é. “É filho de um general venezuelano”.

Governo

Cogitações sobre a remodelação /premium

Maria João Marques

Costa promoveu pessoas com pouquíssima experiência profissional fora da vida política. É dos piores indicadores para qualquer político. Viver sempre na bolha dos partidos é péssimo cartão de visita.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)