Presidente Marcelo

Chegou a vez da RTP. Depois de TVI e SIC, Marcelo gravou uma mensagem sobre Roberto Leal para o programa “Agora Nós”

2.559

Após a entrevista na TVI e do telefonema a Cristina Ferreira na SIC, Marcelo gravou mensagem para o programa da tarde de quarta na RTP. Motivo é a doença de Roberto Leal e as relações Portugal-Brasil.

O Presidente da República ligou para o programa de Cristina Ferreira na passada segunda-feira

TIAGO PETINGA/LUSA

Depois de ter dado uma entrevista a Manuel Luís Goucha, para um programa da TVI, e de ter ligado a Cristina Ferreira, na estreia da apresentadora nas manhãs da SIC, Marcelo Rebelo de Sousa vai participar no programa da tarde da RTP, apresentado por José Pedro Vasconcelos e Tânia Ribas de Oliveira. O Presidente da República gravou previamente uma mensagem sobre o cantor Roberto Leal que será emitida na tarde desta quarta-feira, durante o programa “Agora Nós”.

Segundo a Presidência da República, o pedido de um comentário do Presidente da República foi feito no decorrer desta semana por parte do programa. O jornal Expresso, que avançou a notícia, indica que a mensagem terá cerca de um minuto e deve debruçar-se sobre a relação Portugal-Brasil, já que Roberto Leal é brasileiro mas vive há vários anos em Portugal, mas também sobre o facto de o cantor estar gravemente doente — o que tem originado entrevistas e homenagens em vários canais de televisão.

De recordar que Marcelo Rebelo de Sousa deu uma entrevista a Manuel Luís Goucha, na véspera de Natal, e ligou em direto para o novo programa de Cristina Ferreira, na passada segunda-feira. Em declarações à Lusa, o Presidente da República esclareceu que o telefonema foi feito para alcançar “um mínimo de equilíbrio”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mfernandes@observador.pt
PS

De novo, a propaganda socialista a chegar ao fim /premium

João Marques de Almeida

Uma certeza temos em relação aos governos do PS: está tudo a correr muito bem até ao dia em que começa tudo a correr muito mal. É quando a “política de comunicação” se torna curta para tanta realidade

Política

A protecção da família em Portugal

Luiz Cabral de Moncada

A família, enquanto célula principal da sociedade e berço da moral, como bem se sabe na Calábria, está mais garantida do que nunca. Nunca será esquecida pelos partidos quando no poder político.

Segurança Social

Não tinha de ser assim /premium

Helena Matos
172

Em 1974, politicamente bloqueado, o país aguardava que os militares tratassem do assunto. O assunto era o Ultramar. Em 2019, o país está bloqueado de novo. O assunto chama-se Estado Social.

Administração Pública

A (Des)orientação ao Cidadão

Carlos Hernandez Jerónimo

Não basta produzir plataformas e sistemas mesmo que em co-criação com o cidadão, que apenas ligam dois pontos em linha reta e que ao mínimo desvio empurram o cidadão para o balcão e a fila de espera. 

Mar

Bruno Bobone: «do medo ao sucesso»

Gonçalo Magalhães Collaço

Não, Portugal não é uma «nação viciada no medo» - mas devia realmente ter «medo», muito «medo», do terrível condicionamento mental a que se encontra sujeito e que tudo vai devastadoramente degradando.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)